sexta, 07 de outubro de 2022
SIGA-NOS

Responsável por site de fake news contra Lula recebeu R$ 7 milhões da campanha de Bolsonaro



Publicado em quinta-feira, setembro 22, 2022 · Comentar 

Em campanha, Bolsonaro cria e impulsiona site de fake news sobre Lula (Imagem: Jornalistas Livres)

O site Lulaflix, criado com a finalidade de atacar o ex-presidente Lula, está envolvido até o pescoço com o candidato à reeleição Jair Bolsonaro. A página é mantida pela Magic Beans Comunicação, empresa vinculada financeiramente à campanha do presidente e sua legenda, o Partido Liberal. E mais: a campanha de Bolsonaro deve injetar ao menos R$ 7 milhões nos cofres da empresa de comunicação, segundo o jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, a chapa bolsonarista contratou a empresa por R$ 4 milhões, mas seu nome já aparecia nas contas do PL desde a pré-campanha, conforme informações ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A agência já recebeu um total de R$ 3,1 milhões, em três parcelas pagas entre os dias 10 junho e 21 de julho, todas quitadas com recursos do fundo partidário.

O responsável pela Magic Beans, que tem como endereço uma rua do bairro da Água Branca, na capital paulista, é Lucas Allex Pedro dos Santos, de 27 anos, que assina como sócio-administrador. Ele também aparece como “contato técnico” de um site oficial da campanha de Jair Bolsonaro, o Pelo Bem do Brasil 22.

Segundo a reportagem, Santos e a Magic Beans foram procurados, mas não se manifestaram, assim como a campanha de Bolsonaro e o PL. Já pessoas que conhecem o empresário afirmaram, reservadamente, que ele nunca havia trabalhado com campanhas políticas ou políticos.

O mais próximo disso foram contratos relacionados a divulgação de políticas públicas. Segundo esses interlocutores, o empresário “comemorou” o fato de ter sido contratado por uma campanha presidencial importante.

Entenda o caso

Estagnado nas pesquisas e diante da possibilidade cada vez mais concreta de ser derrotado já no primeiro turno da eleição, Jair Bolsonaro, assim como fez na campanha eleitoral de 2018, vem investindo pesado em fake news e ataques ao seu principal adversário, no caso o ex-presidente Lula. Desta vez, no entanto, o presidente deu um passo além e não está se limitando a proferir ataques e mentiras em discursos ou postagens nas redes sociais e aplicativos de mensagens. Sua coligação, composta pelo Partido Liberal, Republicanos e Progressistas, criou recentemente um site dedicado exclusivamente a divulgar fake news contra Lula.

Trata-se do “Lulaflix”, criado no dia 30 de agosto. Através de uma pesquisa de domínio, a reportagem da Fórum constatou que a titularidade da página é atribuída a “Jair Messias Bolsonaro” e ao CNPJ 47.508.748/0001-63, justamente o da coligação do presidente. O dado é público e está disponível página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A campanha de Bolsonaro não só colocou o site no ar como financiou seu impulsionamento junto ao Google. Isto é, pagou para que o buscador mostre a página ao internauta que pesquisar pelo termo “Lula” ou relacionados. Entre uma série de mentiras propagadas em textos não assinado, há uma antiga fake news: a de que o ex-presidente tem ligações com a organização criminosa PCC. Outra, em meio a inúmeras do tipo, diz que o petista é “a favor” do roubo de celulares.

Os advogados da campanha de Lula tomaram conhecimento sobre o site “Lulaflix” na segunda-feira (12) e no dia seguinte ajuizaram uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra Bolsonaro e sua coligação por impulsionamento ilícito de propaganda eleitoral. Os advogados solicitam ao tribunal que o Google seja notificado para suspender o impulsionamento do site e pede ainda para que a página eletrônica seja retirada do ar.

Da Redação 
Com  Com RBA Fórum

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48