domingo, 17 de outubro de 2021
SIGA-NOS

Pelé recebe alta após maior período de internação hospitalar



Publicado em sexta-feira, outubro 1, 2021 · Comentar 

Pelé, enfim, recebeu alta. Internado desde 31 de agosto, o Rei do Futebol deixou o hospital nessa quinta-feira (30), após o maior período de internação dele. O ex-jogador retirou um tumor no intestino.

Segundo o R7, o boletim médico divulgado pelo hospital informou que o Rei seguirá em quimioterapia após a retirada de tumor no intestino.

“Edson Arantes do Nascimento recebeu alta do Hospital Israelita Albert Einstein na manhã desta quinta-feira, 30 de setembro de 2021. O paciente encontra-se estável e seguirá em quimioterapia, após a cirurgia de retirada de tumor no intestino, realizada em 4 de setembro”, diz a nota do hospital.

Edson Arantes do Nascimento deu entrada no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, para realizar exames de rotina, que haviam ficado atrasados por causa da pandemia do novo coronavírus. Em 4 de setembro, no entanto, teve diagnosticado um tumor no cólon direito. O material foi enviado para análise.

Dez dias depois da cirurgia, o ex-jogador deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e começou a recuperação em um quarto hospitalar. Após um período de “instabilidade respiratória”, chegou a receber cuidados na ala semi-intensiva, mas logo apresentou melhora e começou a fazer sessões de fisioterapia.

Kely Nascimento, uma das filhas do Rei do Futebol, cuidou do pai na maior parte do tempo. Na última quarta (29), ela precisou voltar para os Estados Unidos, onde mora. Márcia Aoki também tratou dos cuidados particulares do marido.

Com dificuldades de locomoção devido à implantação de próteses nos quadris, em 2012 e em 2015, Pelé optou por check-ups mais demorados no hospital. Só não contava que passaria tanto tempo internado. Antes desse procedimento, o ex-jogador havia ficado cinco dias internado em um hospital em Paris, na França, e, logo na volta para o Brasil, teve de continuar o tratamento de uma infecção urinária em São Paulo, onde ficou internado por mais seis dias.

Se os boletins médicos foram esparsos (quatro até agora), Pelé e Kely trataram de compensar isso com posts tranquilizadores nas redes sociais. Fisioterapia com bola de futebol, balões, homenagens a atletas da atualidade e até hino do Santos cantando ao violão foram algumas das marcas da recuperação.

Pelé foi acompanhado pelos médicos Fabio Narsi (geriatra e endocrinologista), Alberto Goldenberg (cirurgião do aparelho digestivo), Miguel Cendoroglo Neto (diretor-superintendente médico e serviços hospitalares), além de enfermeiros e profissionais de diversas áreas da saúde.

Em 23 de outubro, Pelé completará 81 anos. O ex-jogador voltou para a casa dele no Guarujá, na Baixada Santista.

Da redação/ Com R7

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48