quinta, 14 de novembro de 2019
SIGA-NOS

Aliado de Bolsonaro, Netanyahu não consegue formar novo governo em Israel



Publicado em segunda-feira, outubro 21, 2019 · Comentar 

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou nesta segunda-feira, 21, que não conseguiu formar uma coalização para governar o país. Após a desistência de Bibi, o presidente Reuven Rivlin informou que encarregará o líder da oposição, Benny Gantz, de tentar negociar a formação de um governo.

Bibi anunciou seu fracasso em negociar com os partidos do Knesset apenas dois dias antes do prazo máximo concedido a ele por Rivlin após as eleições de 17 de setembro.

Essa foi a terceira tentativa de Netanyahu de tentar formar um novo governo. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o primeiro-ministro disse que tentou convencer Gantz de diversas maneiras a formar uma aliança com o seu partido, o Likud, para evitar novas eleições, mas o opositor “recusou todas as vezes”.

“Desde que recebi o mandato [para formar o governo] tenho trabalhado incansavelmente”, afirmou Netanyahu, confessando, porém, que falhou. “É isto que o povo quer”, reconheceu, referindo-se à decisão de passar a vez a Gantz.

Gantz, líder do Azul e Branco, já tinha afirmado em diversas ocasiões que não participaria em nenhum momento de uma coalizão que tenha Netanyahu como primeiro-ministro.

Rivlin anunciou, por meio de um comunicado, que pretende delegar dentro de 72 horas a missão de formar um novo governo para Gantz. O opositor terá 28 dias para negociar e formar uma maioria no Knesset.

No Parlamentarismo, é dever do presidente consultar os representantes de todos os partidos para determinar qual liderança tem maiores chances de formar um governo de coalizão. No caso do último pleito, Netanyahu conquistou o apoio de 55 parlamentares e Gantz recebera apenas 54 — são necessários 61 parlamentares para se obter maioria no Knesset.

 

Da Redação 

Com VEJA

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48