terça, 31 de janeiro de 2023
SIGA-NOS

Esposa do vereador paraibano Tarcísio Jardim recebeu auxílio emergencial mesmo com renda superior a R$ 5 mil mensais



Publicado em quarta-feira, janeiro 25, 2023 · Comentar 

Julyanna Kumamoto, esposa do vereador Tarcísio Jardim (PP-PB), recebeu auxílio emergencial no ano de 2020, mesmo ano em que seu marido foi eleito para a Câmara Municipal de João Pessoa. Nos meses de abril, maio, julho e agosto de 2020, a especialista em coloração pessoal recebeu um total de R$2.400 dos cofres públicos. Ao mesmo tempo, o vereador, que na época já era servidor público, recebia R$5.807,07, conforme informações do sistema Sagres-PB, gerido pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba. As informações são do Portal Termômetro da Paraíba.

Este benefício financeiro utilizado por Julyanna foi “criado para garantir renda mínima aos brasileiros em situação vulnerável durante a pandemia do Covid-19”, segundo o site do governo federal. Ou seja, o auxílio instituído para alimentar pessoas que estavam passando fome durante uma pandemia foi incorporado à renda familiar do casal. Depois, ela devolveu os valores à União

Total de recursos recebidos por Julyanna Kumamoto por meio do Auxílio Emergencial e em seguida devolvidos à União (Foto: Reprodução/Portal da Transparência)

A Lei n. 13.982, de 2 de abril de 2020, do Auxílio Emergencial, como o próprio nome já sugere, foi criada durante a pandemia de covid-19 com o objetivo de socorrer emergencialmente pessoas em situação de vulnerabilidade financeira, como brasileiros que não tinham o que comer.

Tarcísio confirmou ao Termômetro da Paraíba,  que Julyanna havia mesmo solicitado o auxílio emergencial e tratou o assunto com naturalidade. “Sim, minha esposa recebeu auxílio e utilizou pois ela se enquadrava nos critérios exigidos por lei para este auxílio. Quando ela melhorou sua situação financeira ela devolveu, como todo brasileiro que é honesto e age dentro da lei deveria fazer”, argumentou.

Perguntado se a devolução foi motivada porque o ato poderia prejudicar sua campanha, o vereador defendeu a conduta. “Minha esposa tem a vida dela, o trabalho dela e a individualidade dela. Não precisa moldar a sua vida em prol da minha. Devolveu pq [sic] É O CERTO. Afinal de contas é minha esposa, gente de bem não casa com quem não é”, justificou.

Confira os valores recebidos por Tarcísio nos meses em que sua esposa era beneficiada pelo auxílio emergencial:

Da Redação 
Com  Portal Paraíba

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48