sexta, 24 de setembro de 2021
SIGA-NOS

Suspeito de matar motoboy em JP ficou abalado psicologicamente, diz defesa



Publicado em terça-feira, setembro 14, 2021 · Comentar 

Ruan Ferreira, suspeito de provocar o acidente que resultou na morte do motociclista Kelton Marques, não se apresentará a polícia nesta segunda-feira (13). O advogado Harley Cordeiro, responsável pela defesa de Ruan afirmou que ele está com medo de linchamento e no momento está fazendo tratamento porque não está bem psicologicamente.

De acordo Harley Cordeiro, o seu cliente espera o delegado responsável pelo caso dá uma segurança para que ele se apresente para cumprir prisão preventiva.

Mais cedo, o advogado alegou que o suspeito e sua família têm recebido ameaças de morte.

“A intenção é se apresentar com segurança porque tem gente até oferecendo prêmio pela cabeça dele, recompensa”, explicou o advogado, que disse ter sido surpreendido com um pedido de prisão preventiva ao chegar à Central de Polícia para conversar o delegado responsável pelo caso.

“Vou combinar com a família. A intenção dele é se apresentar, pagar pelo que ele fez”, garantiu. O advogado afirma que discutirá com o delegado uma forma para que Ruan Ferreira se apresente com segurança.

Segundo Harley Cordeiro, ele não responde a processos anteriores e é “um rapaz de bem, trabalhador”. Ele afirma que seu cliente não tem envolvimento com drogas e que a perícia deve mostrar se a substância semelhante a maconha encontrada no veículo é realmente entorpecente.

Da Redação
Com MaisPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48