sexta, 14 de agosto de 2020
SIGA-NOS

Médico Eduardo Brito rebate fala da prefeita de Mamanguape e defende a prática da telemedicina



Publicado em segunda-feira, junho 15, 2020 · Comentar 

O médico Eduardo Brito emitiu uma nota no final da tarde desta segunda-feira (15) rebatendo as declarações da Prefeita de Mamanguape, Maria Eunice, durante entrevista na Rádio Correio do Vale.

A prefeita ao fazer um balanço das ações de combate ao novo coronavírus teria feito críticas a prática da telemedicina, um método de atendimento feito pelos médicos via internet.

A prática da telemedicina no Brasil, inclusive, já foi tema abordado em uma reportagem especial da Revista EXPRESSO, edição de nº 61 (Veja Aqui).

Na nota do médico Eduardo Brito, que também já foi prefeito do município, rebateu as menções indiretas ao seu trabalho como médico e defendeu a prática do método da telemedicina como forma de combater a Covid-19.

Veja a seguir na íntegra a nota publicada na imprensa pelo médico Eduardo Brito:

“Enquanto médico filho de Mamanguape, não poderia me omitir diante do pronunciamento da Senhora Prefeita e de um estimado colega médico, que se posicionaram contra a atuação de um médico”, afirma Eduardo Brito

Todos sabem que desde a chegada do surto do COVID19, em nossa região, disponibilizei meu contato pessoal em rádios e redes sociais para atendimento às pessoas.

Logo após, com a discriminação da Telemedicina, adorei tal prática para estar perto dos nossos pacientes.
O “alguém” citado na entrevista de hoje tem nome: Eduardo Brito, Médico – CRM : 11909).

Criticar sem argumentos a telemedicina é duvidar da ciência, de todos os estudos que apoiaram a sua implantação nesse tempo de pandemia.

Falar da impossibilidade do médico atender pacientes por aplicativos de conversa é ir contra o Governo Federal, o CFM e a própria OMS.

A telemedicina é uma realidade boa e, talvez por motivos particulares, alguns colegas insistem na medicina arcaica para tratar de uma doença nova.

Eu, mesmo acometido pela Covid19, tenho encarado a doença de frente, e estou acompanhando mais de 200 pacientes, sendo 90% (ou mais) da cidade de Mamanguape.

Um só relato tem se repetido pelas pessoas em nossas ruas é este: que procuram atendimento nas unidades de saúde do Município e até no Hospital Regional e não têm um atendimento adequado.

Sabe-se que muitos gestores, apesar das contrapartidas (ajudas financeiras) do Governo Federal, perderam o controle por atos irresponsáveis de suas gestões, mais preocupadas com programas pessoais do que com a cura do povo e a saúde da economia local.

Em momento algum jamais politizei o discurso, prova esta, que nunca fiz críticas públicas a gestão, apesar de diariamente ter meu nome e minha profissão citadas em postagens e falas de pessoas descompromissadas com a verdade.

Em nossas entrevistas priorizamos a ciência, os artigos mais recentes, dados de primeira linha para dar o máximo de dignidade aos nossos pacientes.

Apesar da gravidade do momento que enfrentamos, tudo que vejo são mesquinharias políticas, às quais não ouso sequer retrucar.

É tempo de somar forças pelo bem do nosso povo.

Tenho honrado o compromisso público que fiz quando me tornei médico e espero que vocês também estejam fazendo o mesmo.

Recordo-me dos ensinos do meu saudoso e honrado pai Edmilson Brito: “meu filho, ninguém joga pedra em árvore que não dá fruto”.
Façam sua parte que estou fazendo a minha.

Tenho contribuído, com a sabedoria Divina e os conhecimentos acadêmicos científicos que adquiri, para reduzir a mortalidade no vale e nossa cidade.

Tenho aberto minhas portas diuturnamente para pessoas que tiveram a porta fechada.

Em nossos atendimentos, presenciais ou não, temos duas conclusões:
– nenhum paciente por nós atendido a partir dos primeiros sintomas veio a óbito;
– cerca de 98% tem vencido a COVID19 sem internação hospitalar.

Renovo meu compromisso com cada paciente que têm nos buscado e peço a Deus que nos dê sabedoria para superar as dificuldades do presente momento.

Mensagem do vosso amigo
Eduardo C. de Brito

 

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48