segunda, 17 de fevereiro de 2020
SIGA-NOS

Deputado Jeová Campos era um dos maisentusiasmados na solenidade de inauguração da sede do IPC de Cajazeiras



Publicado em segunda-feira, outubro 14, 2019 · Comentar 

Um pleito que remonta a março de 2007, época do primeiro mandato do deputado estadual Jeová Campos, quando ele teve aprovado um requerimento pela ALPB de pedido de implantação de um Instituto de Polícia Científica – IPC em Cajazeiras e uma reivindicação ainda mais antiga da população do alto sertão, que necessitava deste equipamento foi concretizado na sexta-feira (11), com a inauguração das instalações do Instituto. O deputado Jeová, ao lado do governador João Azevêdo, era um dos mais entusiasmados na solenidade. “Sei da importância deste IPC para Cajazeiras e região e há 12 anos lutava para que isso se concretizasse. Estou duplamente feliz hoje”, destacou o parlamentar, que foi também o autor da propositura que denominou de Dr. Epitácio Leite Rolim o novo espaço.

  “Esse é um momento muito importante, pois o IPC é uma reivindicação histórica do povo de Cajazeiras e região”, disse Jeová, lembrando que antes da disponibilidade do Instituto, qualquer morte, fosse ela natural ou não, o corpo tinha que ser transportado para Patos. “Agora, não vamos mais passar pelo constrangimento e sofrimento de ter que esperar o translado de corpos de entes queridos, para só depois deste processo poder sepultar nossos mortos”, destaca Jeová.

O parlamentar lembra ainda que com a disponibilidade do IPC em Cajazeiras, os cursos de Medicina ganham mais um instrumento de estudo e o mercado um novo espaço de trabalho. Ainda segundo Jeová, além da alegria com a disponibilidade do equipamento, outro detalhe lhe deixou também muito feliz: o fato do Instituto ser denominado Dr. Epitácio Leite Rolim, uma homenagem à memória do médico, ex-prefeito e ex-deputado paraibano cajazeirense, que foi uma propositura dele, aprovada pela ALPB por unanimidade.

“Estou muito feliz hoje. Primeiro com essa conquista e depois em fazer essa homenagem a Dr. Epitácio Leite Rolim. Esse homem que dedicou toda sua vida à política e à boa política. Fez o bem a muita gente, com suas ações todas voltadas aos mais humildes, aos excluídos dessa sociedade. Um franciscano. Viveu sua vida para lutar pelos direitos do povo. Sua história é uma das mais bonitas da política da Paraíba e nada mais justo e honrado que o IPC de Cajazeiras levar o seu nome”, explicou Jeová.

O edifício sede do IPC, situado no bairro Agrovila, disponibilizará serviços de perícias criminalísticas e de medicina legal, o que também desafogará os serviços na cidade de Patos. Um dos Institutos mais modernos do Nordeste, o IPC de Cajazeiras foi construído em uma área de 600,57 m², representando R$ 2.681.213,31 de investimentos oriundos do Tesouro Estadual. A Estrutura tem laboratórios, sala de coleta, capela, recursos humanos, alojamentos consultório custódia, sala de cofre, recepção, diretoria administrativa, diretoria técnica, diretoria geral, sala de peritos, arquivo, copa, sala de utilidades, sala de necropsia, vestiários, raios-X, câmara fria, sala pós – necropsia, liberação do corpo, bloco de serviço (sala de utilidade, lixo comum, lixo contaminado, necropsia especiais, lavagem bombonas/carrinhos), circulação, rampa de acessibilidade, estacionamento e jardim.

Da Redação 
Com Assessoria

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48