domingo, 01 de agosto de 2021
SIGA-NOS

Mulher esfaqueada pelo companheiro implorou pela vida antes de ser morta



Publicado em domingo, junho 13, 2021 · Comentar 

Cátia da Silva Rosa, 52, foi morta a facadas pelo companheiro Luciano dos Santos Rodrigues, 39 anos, em Campo Grande Arquivo pessoal

Uma mulher, identificada como Cátia da Silva Rosa, 52, foi morta a facadas pelo companheiro, Luciano dos Santos Rodrigues, 39, dentro da casa onde o casal morava, na comunidade da Carobinha, em Campo Grande, na noite desta sexta-feira. A filha da vítima, Monique Rosa Jesuíno, de 32 anos, foi a primeira a encontrar o corpo da mãe cheio de sangue no chão do quarto do casal. A última vez que Monique ouviu a voz da mãe foi momentos antes do crime, por volta das 23h, onde ela gritava no telefone, em uma ligação para a filha, dizendo: “Luciano não faço isso comigo pelo amor de Deus”.

Monique recebeu o primeiro telefonema da mãe por volta de 21h37. Na ligação, Cátia, que tem um bar em frente de casa, parecia bastante nervosa e contava de uma briga com o companheiro. Depois de acalmar a mãe pelo telefone, Monique, que mora no mesmo bairro, desligou o telefone. Pouco menos de duas horas depois, a filha recebeu o segundo telefonema, dessa vez a mãe implorava no telefone para que o homem não a ferisse.

Desesperada, Monique correu para casa da mãe e, ao chegar na residência, se deparou com a comerciante esfaqueada no chão, já sem vida. Luciano fugiu levando a faca usada no crime e o celular da vítima. O corpo de Cátia foi levado para o IML de Campo Grande e a família aguarda a liberação do corpo para realizar o sepultamento da vítima.

Cátia e Luciano estavam juntos há três anos. O fato do companheiro beber muito e ser agressivo preocupava a comerciante. No entanto, de acordo com Monique, a mãe sentia pena do companheiro. “Minha mãe sempre fez o bem ao próximo, o bairro todo está de luto. Ela sentia pena dele, por isso não largava ele”, conta a filha que também pediu por justiça. “Quero ver ele atrás das grades pagando pelo o que fez com a minha mãe”.

Em nota, a Polícia Militar informou que, na madrugada deste sábado (12), equipes do 40° BPM (Campo Grande) foram acionadas para checar um homicídio na Rua Restinga, em Campo Grande. Chegando ao local, os policiais encontraram uma mulher já sem vida, aparentemente atingida por golpes de arma branca. A área foi isolada e a Delegacia de Homicídios da Capital acionada.

Ainda não há informações sobre o paradeiro de Luciano. Também em nota, a Polícia Civil disse que, de acordo com a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias do crime. A perícia foi realizada no local. Diligências estão em andamento para esclarecer o caso e prender o autor.

Da Redação 
Com ODIA

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48