sábado, 06 de junho de 2020
SIGA-NOS

Família de homem morto por empresária afirma que vítima morreu por falta de socorro e que advogado alterou a cena do crime



Publicado em segunda-feira, abril 13, 2020 · Comentar 

A família do empresário Helton Pessoa, morto a tiros pela esposa, Taciana Ribeiro Coutinho, na última sexta-feira (10), diz que a versão de que ela teria sido agredida, e por isso reagiu, é mentira. Através do Instagram, um dos primos de Helton, publicou uma mensagem e em seguida apagou. No texto da conta @tuliotocs_guiadeturismo, Tulio diz que foi ao local onde o primo foi morto, acompanhou a perícia e não foram identificados vestígios de brigas ou sangue em qualquer outro lugar da casa.

O primo da vítima relatou que a versão que ela foi agredida vai “cair por terra” pela própria perícia.

“No Local não tinha vestígios algum de brigas e nem muito menos sangue em qualquer lugar da casa, ele foi atingido tomando banho, 4 disparos de fora do box para dentro do chuveiro onde o mesmo estava. O crime aconteceu as 15h30, a polícia só foi acionada as 18h, nós familiares só ficamos sabendo através das redes sociais, todos os disparos na região da coxa e virilha, onde um dos disparos atingiu a femural.” contou o mesmo, na sua publicação.

Tulio ainda diz que a vítima morreu por falta de socorro, e que a policia, ao chegar no local do crime após 4h do ocorrido, já havia um advogado que teria alterado a cena do crime, e a arma estava dentro de uma gaveta.

A defesa de Taciana, o advogado Genival Veloso Filho, afirma que ela sofria agressões constantemente, e que “o casal havia discutido duas vezes ontem (10). Uma das brigas foi na varanda e a outra, na hora do almoço. Ele puxou-a para o quarto, onde os disparos seriam efetuados”.

O primo de Helton diz que aconteceu “armação”.

Veja o print da publicação:

 

 

WhatsApp Image 2020 04 11 at 15.59.23 1 169x300 - "HELTON MORREU POR FALTA DE SOCORRO": Versão da família diz que advogado Genival Veloso alterou a cena do crime - VEJA FOTOS 

Da Redação 
Com Paraíba Master via Polêmica PB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48