quarta, 15 de agosto de 2018
SIGA-NOS

“Em João Pessoa existe a indústria da multa e a indústria da mentira”, dispara líder da oposição na Câmara



Publicado em segunda-feira, novembro 27, 2017 · Comentar 

A suposta”indústria da multa” voltou aos holofotes na última semana com o desabafo do promotor de Justiça aposentado, Valério Bronzeado, que criticou fortemente a arrecadação da Prefeitura Municipal de João Pessoa e a ausência de sinalização nos redutores de velocidade instalados na capital. Ao comentar as declarações do membro do Ministério Público da Paraíba, o líder da oposição, Bruno Farias (PPS), reafirmou tais denúncias e foi além. Em entrevista a um programa de rádio, o vereador disse que existe na prefeitura “a indústria da multa e a indústria da mentira”.

Bruno destacou o aumento no volume de multas aplicadas pela Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) e cobrou mais sinalização. “Houve um crescimento vertiginoso da arrecadação da Semob e muitas dessas lombadas, caça-níquéis, não estão compatíveis com a sinalização vertical e horizontal que determina a legislação”, denunciou.

Além de criticar a suposta indústria da multa, Bruno afirmou que a prefeitura também pratica uma indústria de mentiras: “O prefeito mente em propaganda institucional ao dizer que entregou 50 novas creches. Como se só só construiu 15 das 80 e poucas que temos na cidade? E todas com recursos do governo federal”, disse.

O vereador também acusou a prefeitura de incompetente, ao ressaltar que há dinheiro em caixa para a construção de novas unidades na cidade de João Pessoa: “Mais de R$ 18 milhões de recursos do FNDE estão boiando porque a prefeitura não teve competência para desenvolver as outras”.

Da Redação 
Com Blog do Gordinho

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48