terça, 14 de agosto de 2018
SIGA-NOS

Primeiro partido a apresentar nome, PSOL escolhe Tárcio como candidato ao governo em 2018



Publicado em sábado, outubro 21, 2017 · Comentar 

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) foi o primeiro da Paraíba a definir a chapa majoritária para as eleições de 2018. Durante congresso realizado neste sábado (21), onde a legenda define a nova direção estadual e a delegação que irá representar a Paraíba no Congresso Nacional do partido, o nome de Tárcio Teixeira, atual presidente e que já foi candidato a governador em 2014, foi lançado para disputar a majoritária em 2018.

Conforme já havia sido adiantado, o partido apesar de não vetar aliança com o PT, lançou a candidatura própria.  A intenção é dar uma alternativa que esteja longe das acusações de corrupção e fora do status vigente, para o eleitorado paraibano e nacional.

Tárcio afirmou que o PSOL tem autonomia e não tem “rabo preso”, acrescentando que o partido tem condições de fazer o enfrentamento e ser central na reestruturação da esquerda brasileira.

O presidente aproveitou para alfinetar os pré-candidatos postos, afirmando que eles são “grandes no tamanho e pequenos na política”.

“Será que quem já abandonou o povo da Paraíba numa eleição para prefeito, não abandona novamente? Será que o povo vai querer um representante de Temer, no caso de Maranhão, representando a Paraíba? Será que vamos querer um prefeito fake como governador da Paraíba, ou mesmo um vice que é aliado de Temer como prefeito de João Pessoa.? Eu acho que não. A população da Paraíba não quer isso, o povo de João Pessoa também não quer isso. Por isso, estamos apresentando a candidatura do PSOL como alternativa nas eleições de 2018”, ressalta.

Aliança com o PT

Tárcio também aproveitou para explicar a relação hoje entre o PSOL e o PT no estado. De acordo com ele, em nenhum momento o partido esteve coligado com o PT, lembrando que a legenda fez oposição de esquerda aos governos Lula e Dilma e que também se colocaram contra “o golpe apresentado pelo governo Temer” e acrescenta: “na Paraíba a gente nunca esteve junto”.

Redação com Mais PB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48