ExpressoPB

Mala de dinheiro para Geddel foi entregue próxima a empresa de Temer; EXPRESSO revela ‘ficha escandalosa’ de ex-ministro


Reprodução: Edição de setembro da revista EXPRESSO

O dinheiro encontrado no “Bunker” do ex-ministro Geddel Vieira Lima pode complicar Michel Temer.

Preso no mesmo dia em que o esconderijo foi encontrado, Gustavo Ferraz admitiu que esteve em São Paulo para buscar uma mala de dinheiro para Geddel. A polícia encontrou a digital de ambos em plásticos que envolviam o dinheiro.

No depoimento dado aos investigadores, porém, ele disse não se recordar de valores, do local exato ou da feição detalhada da pessoa que lhe repassou o dinheiro. Ele afirmou estar disposto a colaborar com os investigadores, admitiu ter ido buscar valores para o ex-ministro, preso no presídio da Papuda, em Brasília.

Ferraz contou para a polícia que, por orientação de Geddel, se encontrou com um homem “moreno” num local que a polícia suspeita que seja o Hotel Clarion Faria Lima, na rua Jerônimo da Veiga, no bairro do Jardins.

Segundo Ferraz relatou, ele caminhou com esse homem por cerca de duas quadras em direção a um escritório. “Essa pessoa a levou até um dos escritórios do prédio, sem identificação externa”, afirmou, conforme consta no termo de depoimento.

(…)

O hotel Clarion Faria Lima fica a apenas 300 metros de um endereço de uma empresa de Temer, a Tabapuã Investimentos e Participações, que fica na rua Pedroso Alvarenga.

Além de ser do mesmo partido, Geddel é amigo de longa data de Temer, de quem foi ministro da articulação política. Também na mesma região, a 290 metros do hotel, fica um escritório de Yunes, também amigo de Temer e que trabalhou no governo até pouco tempo atrás.

As informações são de reportagem de na Folha de S.Paulo.

A ficha de Geddel –  Em matéria publicada na edição de nº 31 a Revista EXPRESSO questiona o porque de Geddel Vieira Lima atuar na política brasileira desde 1983, mesmo sendo acusado de corrupção durante esses anos todos sem que a justiça conseguisse detê-lo.

A coluna Foto Notícia revela a trajetória do ex-ministro e sua ficha “nada apresentável” na vida política oscilando na ponte aérea Salvador/Brasília  onde já se envolveu em inúmeros casos de corrupção, dentre os quais o famoso escândalo dos “Anões do Orçamento” em 1993 .

Para conferir a matéria na íntegra adquira a edição da revista nas bancas, com assinantes, anunciantes e com os agenciadores ou acesse a plataforma digital da revista no site expressopb.net.

Da Redação 
Do ExpressoPB e Brasil 247

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *