Segurança Pública em Sapé é discutida em Audiência Pública por vereadores, autoridades e a população


A Câmara Municipal de Sapé, através do seu presidente Johni Rocha, discutiu na manhã desta quarta-feira, 19, junto à sociedade civil e autoridades militares, a questão da violência e onda de assaltos neste município.

Marcaram presença vereadores(Nego Simplício, Graça Lopes, Arquimedes, Robson Guedes, Adriano de Inhauá, Wilson Cavalcante), o pároco da cidade Edvaldo Ferreira, o repórter Jota Carlos, O capitão M. Lima, o diretor da SMTRANS/Sapé, Wilson Nascimento, o deputado estadual João Henrique e representantes da sociedade civil organizada.

Para o presidente da Câmara de Sapé, Johni Rocha “a polícia tem se desdobrado, mas o número de policiais é insuficiente(131 policiais) para atender a quase 100 mil pessoas da região. Temos que procurar soluções imediatas para o povo”, disse ele.

Representando o Secretário de Segurança Pública do Estado da Paraíba, o delegado Everaldo de Medeiros, da 5a delegacia disse: “Reconheço a necessidade de um intensivo maior. Sugiro também que seja criada a guarda municipal e um conselho de segurança. Isso ajudaria muito. Sei das dificuldades de cobertura policial em toda a região, que abrange Riachão do Poço, Sobrado, Mari, Sapé…”

Entre as muitas sugestões, destaque para a criação de uma Companhia Independente e da implantação de uma linha telefônica “Linha Direta”.

Da Redação
De O Interiorano

Comentários

Artigos relacionados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *