quarta, 15 de agosto de 2018
SIGA-NOS

Sem oposição atuante, gestão de Neuma Rolim em Caldas Brandão gravita entre a paralisia e o faz de conta



Publicado em sexta-feira, julho 7, 2017 · Comentar 

Prefeita Neuma e o marido, Saulo Rolim

O ditado popular “melé solto” deveria ser aplicado a gestão da Prefeita Neuma Rolim da cidade de Caldas Brandão, no agreste paraibano. Lá o governo faz de conta que trabalha e o povo faz de conta que acredita, enquanto a oposição finge que existe.

Após conseguir nas urnas o direito de continuar administrando, a prefeita Neuma foi rápida: fez uma varredura nos cargos comissionados e contratados demitindo aliados de primeira hora que trabalharam por sua reeleição sob a justificativa de ajustar as contas do município, apesar de propagandear que as contas públicas sempre estiveram equilibradas.

Agora com seis meses do segundo mandato, o casal Neuma e Saulo, usam uma nova estratégia para iludir a opinião pública: implanta na mídia uma “gestão de faz de conta” e na prática 0 governo encontra-se paralisado, servindo apenas para administrar folha de pagamento de pessoal, que já foi reduzida antes de janeiro começar.

Diante de tudo isso a oposição silencia e assiste apática os fatos de descaso ocorridos na gestão, como é a situação da própria Caldas Brandão que é discriminada em detrimento do distrito do Cajá.

Os ex-prefeitos Carlinhos e Batista parecem não se interessarem mais pela política, ou pela oposição, quem sabe não estejam de malas prontas para embarcaram no governo.

Da Redação 
Do ExpressoPB

 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48