domingo, 22 de abril de 2018
SIGA-NOS

Ascensão social dos excluídos é causa da perseguição ao PT e a Lula, afirma Luiz Couto

Publicado em terça-feira, Março 8, 2016 · Comentar 

Luiz-CoutoO deputado Luiz Couto (PT-PB) afirmou no plenário da Câmara, nesta semana, que a onda de acusações contra o PT e o ex-presidente Lula faz parte de um plano orquestrado pela oposição política, grande mídia e setores conservadores da sociedade para tentar apagar as grandes conquistas obtidas pelo povo brasileiros nos últimos 13 anos. Segundo o parlamentar, essa perseguição só pode ser justificada pelo incômodo que a ascensão social dos historicamente excluídos causou aos setores elitizados do País.

“O Partido dos Trabalhadores nasceu para mudar o Brasil, e mudou. Sabemos que este partido, criado por Lula e outros, como um partido de massas, deu voz e vez aos trabalhadores e aos amplos setores historicamente excluídos das decisões nacionais. Esta marca deu nome a um homem, Luiz Inácio Lula da Silva, eleito democraticamente em duas eleições presidenciais, que penetrou no âmago de milhões de brasileiros”, ressaltou.

Luiz Couto disse ainda que foi a partir do primeiro mandato do ex-presidente Lula, que “os trabalhadores e os mais pobres foram infiltrados no centro da política brasileira”, através de políticas públicas, e que foi promovido “o desenvolvimento em benefício de todos&rdquo. E a partir desses acontecimentos, segundo ele, começou a ser rompido &ldquoo ciclo histórico da desigualdade e de injustiças em nossa sociedade”.

Ainda de acordo com o parlamentar paraibano, essa onda de ódio de setores contrários à ascensão social dos mais pobres não constitui novidade na história brasileira. “O exemplar João Goulart foi presidente em um período também de conflitos. Seu governo concedia elevados aumentos salariais, prometia reforma urbana e voto de analfabetos, elegibilidade de todos brasileiros, reforma agrária, concessão de terras a trabalhadores rurais, justiça social, emancipação dos brasileiros. Ainda assim, houve gritos de golpes”, relembrou.

Mas apesar do cerco ao projeto político representado pelo PT e pelo ex-presidente Lula, Luiz Couto destacou que o trabalho realizado nos últimos 13 anos é o passaporte para o futuro do partido e também de sua maior liderança.

“Como no passado, o ponto principal desses pistoleiros midiáticos e palanqueiros de plantão é criminalizar o Partido dos Trabalhadores, nossos dirigentes e nosso maior nome, Luiz Inácio Lula da Silva. Mas, aos pistoleiros midiáticos e palanqueiros de plantão, existe um sábio conselho que diz: Se queres ser o maior, primeiro sirva os menores”, finalizou.

Da Redação
Com Assessoria

Comentários
Tags :


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48