terça, 31 de janeiro de 2023
SIGA-NOS

Deputado conservador dos EUA foi drag queen no Brasil



Publicado em quinta-feira, janeiro 19, 2023 · Comentar 

Abertamente gay, deputado americano filho de brasileiros foi eleito com discursos transfóbicos e homofóbicos

Eleito deputado nos Estados Unidos com discurso homofóbico e transfóbico, apesar de ser abertamente gay, George Anthony Devolder Santos teria participado de uma parada gay em Niterói como drag queen. Imagens que seriam do parlamentar vestido de mulher foram compartilhadas nesta quarta-feira por Eula Rochard, uma drag queen da cidade fluminense, que diz estar chocada com o fato de Santos estar alinhado com a extrema direita nos EUA.

Durante sua campanha eleitoral, Santos se vangloriou de ser um republicano gay, mas adotou discurso de extrema direta que muitos ativistas LGBTQ consideram como discriminatórios. Em vídeo publicado em abril do ano passado, o deputado manifestou apoio a uma lei da Flórida que vetava as discussões sobre orientação sexual e identidade de gênero em salas de aula do ensino fundamental. Ele também acusa os democratas de tentarem “assediar nossas crianças”.

— Como homem gay, tenho orgulho de não ensinar sexo ou orientação sexual a nossos filhos — disse na legenda do vídeo.

Em seus primeiros dias como deputado — envolvido em uma série de denúncias por ter mentido sobre seu currículo e envolvido em investigações policiais — Santos tem buscado apoio entre os membros mais extremistas do partido republicano. O parlamentar tem ficado ao lado da chamada Bancada da Liberdade, de extrema direita, incluindo os deputados Matt Gaetz, da Flórida, e Marjorie Taylor Greene, da Geórgia.

Santos também contratou extremistas para seu gabinete, como o diretor de operações, Viswanag Burra, e o seu porta-voz, Carl Paladino, tem vínculos íntimos com setores radicais. Paladino é um executivo imobiliário e político da área de Buffalo com um histórico de comentários racistas e homofóbicos, que em 2021 elogiou a capacidade de liderança de Adolf Hitler.

Desfile em Niterói

Fotos e recortes de jornal publicados em 2008 mostram o que seria Santos no papel de Kitara Ravache. As imagens foram compartilhadas nas redes sociais da drag queen Eula Rochard, moradora de Niterói.

Em entrevista à repórter Marisa Kabas, do site “The handbasket”. “É imperativo que você entenda que o valor desta história não é rir de alguém que se veste de travesti. Não, o valor é que George Santos fez campanha como um candidato ultraconservador amante de Trump e continua a se alinhar com figuras de extrema direita que torcem pela violência em eventos de drag e ativamente causam danos a uma comunidade generosa e bonita”, diz a reportagem. A matéria também explica como Eula conheceu Santos.

— Acho que o conheci quando ele tinha cerca de 16 ou 17 anos — disse lembrando que o deputado era conhecido como Anthony na época. — Ele costumava ficar na minha casa enquanto sua mãe jogava bingo — acrescentou.

Eula também afirmou ter ficado incrédula quando viu Santos em reportagens, sobretudo pelo fato dele estar alinhado com a extrema direita, sendo que em Niterói vivia cercado de pessoas de esquerda. A drag queen então mandou mensagens para amigos da época em que conheceu o hoje deputado e conseguiu reunir imagens dele vestido de mulher e participando da parada gay.

— Ele era um sonhador — disse Eula. — E descobriu como ser famoso tornando-se político. Os republicanos merecem alguém como ele.

Da Redação
Com ClickPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48