quinta, 01 de dezembro de 2022
SIGA-NOS

Mãe de madrinha de escola de samba diz que filha foi morta por ‘inveja’



Publicado em quinta-feira, novembro 24, 2022 · Comentar 

Renata Nunes, da Leandro de Itaquera
REPRODUÇÃO/RECORD TV

“Eu só espero justiça.” Com essa frase, a mãe da madrinha de harmonia da escola de samba Leandro de Itaquera, Renata Nunes, que morreu na semana passada após cair de uma escada, deixou o 64ª DP (Distrito Policial) na quarta-feira (23). Pouco antes, a amiga de Renata, que mora na casa onde a musa morreu, apresentou-se ao delegado e negou ter empurrado a amiga do alto da escadaria.

A versão, no entanto, não convenceu Elaine, mãe de Renata. E tampouco o filho de 8 anos da madrinha de harmonia, que estava no local e afirma que houve um empurrão.

Elaine afirmou à Record TV que Valéria, a amiga investigada, tinha inveja de Renata. Ela falava ”essa mulher tem uma mania comigo que não pode me ver“, disse. Segundo a mãe, Renata “chamava a atenção” por onde passava, o que incomodava determinadas pessoas. Elaine diz querer justiça. “Só peço a Deus que ela pague. Eu não vou sossegar enquanto ela não estiver na cadeia”, afirma.

Discussão

Valéria afirmou à polícia que discutiu com Renata, mas não a empurrou. Disse que chegou a jogar água na amiga, e que Renata subiu a escada para tirar satisfação. Já em cima, teria segurado Valéria pela blusa. Ao se afastar e se desvencilhar de Renata, ela teria perdido o equilíbrio e caído, contou, segundo a investigação do 64º DP.

Após o depoimento, Valéria foi conduzida ao IML (Instituto Médico-Legal). Ela teria arranhões no peito que comprovariam sua versão e também se comprometeu a levar à polícia a blusa que usava no dia.

Renata caiu de costas, e foi constatado traumatismo cranioencefálico. Para entender melhor a dinâmica do crime, a polícia deverá fazer uma reconstituição do caso nos próximos dias.

A escola de samba Leandro de Itaquera divulgou uma nota em que lamentou a perda e disse se solidarizar com a família. Renata é ex-enteada de Beto Jamaica, uma das lendas do axé baiano.

Da Redação 
Com R7 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48