sexta, 12 de agosto de 2022
SIGA-NOS

Na CMJP, Dinho propõe Voto de Aplauso ao Hospital Napoleão Laureano



Publicado em domingo, maio 15, 2022 · Comentar 

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), vereador Dinho Dowsley (Avante), apresentou Voto de Aplauso ao Hospital Napoleão Laureano (HNL), na pessoa do diretor-presidente da Fundação, Marcelo Pinheiro de Lucena Filho e todos os profissionais que integram essa unidade hospitalar de saúde, pela conquista do Certificado de Qualidade ISO 9001.

Em sua justificativa, o parlamentar destaca que o Certificado é emitido com base em normas de excelência estabelecidas através de protocolos aplicados na gestão administrativa, otimização de processos e agilidade no atendimento aos pacientes.

“Por esses e outros motivos, parabenizamos pelo reconhecimento da qualidade e compromisso que essa Fundação tem com a cidade de João Pessoa e por todas as pessoas que a procuram para receber atendimento médico especializado”, ressalta o vereador.

Fundação e história do HNL

No dia 24 de fevereiro de 1962, a Fundação Laureano, presidida a época pelo deputado federal Janduhy Carneiro, entregou à Paraíba e aos paraibanos o Hospital que, merecidamente, recebeu o nome do seu idealizador, o inesquecível médico Napoleão Laureano, falecido no dia 31 de maio de 1951.

O então governador José Américo de Almeida, com a visão de futuro, fez, em 1952, a doação do terreno onde se encontra hoje o Hospital Napoleão Laureano (HNL). Mantido pela Fundação Laureano de Combate ao Câncer, a unidade hospitalar vem crescendo a cada ano e se prepara pra o futuro. O médico Antônio Carneiro Arnaud, foi o primeiro diretor do Hospital.

Além de se preparar, cada vez mais, em sua missão de tratar os pacientes com câncer, o HNL vem sendo um excelente centro de ensinamento aos médicos e profissionais da área de saúde da Paraíba e outros estados do País.

Para atender aos paraibanos e demais pacientes que chegam lá, o Hospital Napoleão Laureano se divide entre a rede pública e privada de saúde, sendo 90% das demandas custeadas através do SUS e 10% por meio dos planos de saúde. O Hospital atende por ano uma média de 36 mil pacientes em tratamento de quimioterapia. Nesse mesmo período, realiza atendimento ambulatorial de 120 mil crianças e adultos.

Já a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HNL atende cerca de 160 internações mensais; e, no geral, 520 cirurgias e 450 hospitalizações todo mês.

Da Redação 
Com Assessoria 

 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48