sexta, 02 de dezembro de 2022
SIGA-NOS

Ex-jogador do Nacional de Patos é absolvido após acusação de estupro



Publicado em terça-feira, maio 3, 2022 · Comentar 

Na última quinta-feira, dia 28 de abril, o Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB) absolveu o ex-jogador do Nacional de Patos, Julierme Brasilino da Silva, de 33 anos, conhecido popularmente por Novinho, que passou 1 ano e 11 meses preso na cadeia pública de Malta, acusado de estupro.

Tudo teve início no dia 13 de junho de 2020, quando Julierme, que na época trabalhava como mototaxista, estava na casa de sua mãe e foi surpreendido por policiais que apresentaram o mandado de prisão contra ele pelo crime de estupro ocorrido no dia 13 de março do presente ano, contra uma estudante universitária que havia prestado queixa na Delegacia de Polícia Civil e relatou que pegou uma corrida de mototáxi nas imediações do Centro Universitário UNIFIP, no bairro Belo Horizonte, e nas proximidades do restaurante Fogo e Brasa o mesmo desviou a rota, vindo a cometer o estupro.

Porém, a todo momento ele negava o crime e pedia uma investigação mais aprofundada, relatando, inclusive, que no dia do suposto estupro sua motocicleta estava no conserto. Mas a prisão já estava decretada, mesmo diante de diversas falhas no processo.

A redação do Patosonline.com entrou em contato com a advogada de defesa, Dra. Vanessa, que comentou a absolvição de Julierme: “No tribunal, fizemos todas as demonstrações, provamos, conseguimos juntar tanto informações, quanto vídeos, e situações que demonstravam que o acusado não era culpado do presente fato.

Então, neste caso o Tribunal de Justiça da Paraíba realizou à defesa uma absolvição que foi feita com todos os termos dentro da legalidade e uma demonstração clara de que o acusado não teve nenhum envolvimento com o fato relatado. Então, ele foi absolvido pelo TJPB e é inocente sobre este caso”, comentou a advogada.

Após todo esse tempo de angústia, ele finalmente foi solto e agora tenta retomar sua vida. Julierme é pai de dois filhos, de 8 e 9 anos, e disse que teve sua vida totalmente destruída após o ocorrido. Ele agora tenta conseguir um novo emprego e disponibilizou o número de telefone da sua irmã para quem tiver alguma vaga disponível: (83) 9 9853 2357 – Paula.

Da Redação
Com Patos online

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48