quinta, 19 de maio de 2022
SIGA-NOS

Em solenidade realizado na Câmara Municipal de Mari, é lançando o Programa MAIS PECUÁRIA BRASIL



Publicado em segunda-feira, maio 2, 2022 · Comentar 

Na tarde da última quarta-feira (27/04) foi lançando o Programa MAIS PECUÁRIA BRASIL, resultada de parceria firmada entre a prefeitura de Mari, via a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Agrário, e a Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais do Brasil – CONAFER.

O Programa MAIS PECUÁRIA BRASIL é resultado de uma parceria firmada com empresa líder mundial na tecnologia de inseminação artificial, que o desenvolvimento dos rebanhos bovinos de corte e leite dos agropecuaristas familiares brasileiros.

O evento ocorreu através de vídeo conferência, envolvendo três municípios: Mari e Maturéia, na Paraíba e o município de Lagoa do Patos, no Estado do Pará.

A parceria (Acordo de Cooperação Técnica) consiste, por parte da CONFER, o fornecimento de até 600 inseminações de fêmeas bovinas – sêmen, insumos e assistência técnica e da parte da prefeitura, cabe a seleção e cadastramento das propriedades, o acompanhamento e monitoramento do processo de inseminação artificial das prenhes bovinas. A Gestão Municipal de Mari já desenvolve o Projeto de Melhoramento Genético e Sanitário de Ruminantes (bovinos, caprinos e ovinos) desde 2019.

O Programa MAIS PECUÁRIA BRASIL ora implantado no município de Mari será um plus ao trabalho de apoio e fortalecimento no setor agropecuário que já está sendo desenvolvendo.

A solenidade foi conduzida pelo Secretário do Desenvolvimento Econômico e Agrário, o Sr. Severino Ramos e teve a participação de toda a equipe da secretaria e alguns convidados.

De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico e Agrário, o MAIS PECUÁRIA BRASIL é de grande importância para o desenvolvimento do setor agropecuário para o nosso município: “esta é uma iniciativa altamente inovadora, necessária e que trará bons resultados aos nossos criadores marienses, pois visa mais eficiência, mais produtividade, menos custos e maior agregação de valor”, disse o secretário Severino Ramos.

Da Redação 
Do ExpressoPB/Com Assessoria 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48