quinta, 19 de maio de 2022
SIGA-NOS

CENSURADA: Matéria sobre suicídio de garoto em Sapé é tirada do ar após ameaça de processo



Publicado em quinta-feira, abril 14, 2022 · Comentar 

A matéria que registra a morte de um adolescente vítima de suicídio em Sapé foi tirada do ar após um  suposto advogado da família ameaçar pedir na justiça dinheiro por danos morais ao ExpressoPB.net.

A referida matéria não mostra imagens, não cita o nome da vítima e/ou de seus familiares, apenas registra o fato, levando em conta que casos de suicídios são tratados pelo Ministério da Saúde como uma questão de emergência médica.

Temendo ser processado a “pagar” indenização, a editoria do site retira do ar a matéria, repudiando qualquer tipo de censura e reiterando a necessidade de se tratar do assunto, inclusive destacando as importância da campanha Setembro Amarelo, que busca conversar e tratar do assunto ao invés de SUCUMBIR a discussão sobre as causas.

Buscando ajuda

O Ministério da Saúde entende o suicídio como uma emergência médica, que precisa de uma intervenção imediata. Por isso, a orientação é que se busque o serviço de urgência e emergência, a exemplo do Samu (192), para um primeiro atendimento e encaminhamento para profissional especializado.

A rede pública possui ainda os Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e serviços de ambulatório, em unidades básicas de saúde, que funcionam com equipes multidisciplinares para atender a população.

Na Paraíba, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) tem, atualmente, 68 Caps I (serviço para 15 mil habitantes); nove Caps II (70 mil habitantes); cinco Caps III 24 horas (150 mil); seis Caps AD para 70 mil habitantes; nove Caps AD III 24h (150 mil); 12 Caps Infantojuvenis (70 mil); 14 Residências Terapêuticas; cinco Consultórios na Rua; quatro Unidades de Acolhimento; 20 leitos de Saúde Mental em Hospital Geral e 65 beneficiários do Programa de Volta Pra Casa (PVC).

O estado tem 37.423 pessoas atendidas em 124 serviços da RAPS. Dos 110 Caps do estado, apenas um é de responsabilidade da SES, localizado em João Pessoa. Os outros são gerenciados pelos próprios municípios.

Da Redação 
Do ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48