quinta, 19 de maio de 2022
SIGA-NOS

Damares diz que ‘inferno está se levantando’ e mandou ‘capeta careca’ contra o governo Bolsonaro



Publicado em quarta-feira, abril 13, 2022 · Comentar 

A ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves afirmou nesta quarta-feira que o  “inferno está se levantando” e “mandou uns capetas” “até carecas” para atuar contra o governo federal. A ex-ministra falava sobre as dificuldades enfrentadas pelo governo ao longo da gestão. A declaração foi dada durante café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro, membros do governo e pastores da Assembleia de Deus, no Palácio da Alvorada.

— Mas saibam que o inferno está com muita raiva de todos nós e o inferno está se levantando. O inferno mandou uns capetas que vocês não têm ideia, tem um até careca. — afirmou.

Damares, assim como o presidente Jair Bolsonaro e outros membros do governo e da base aliada, é crítica das ações do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Entre os presentes no café da manhã estavam o deputado federal Major Vitor Hugo (PL-GO), o ministro da Secretaria de Governo, Célio Faria, os pastores José Wellington Junior, presidente da Convenção, e Orcival Xavier, presidente da Assembleia de Deus de Brasília e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. O encontro não constava na agenda oficial do presidente.

A ex-ministra continuou falando que “tudo conspirou para que um governo cristão não desse certo” e citou a guerra na Ucrânia, a pandemia e as queimadas no Pantanal como alguns exemplos. Disse também que um Judiciário “se levanta contra nós (governo)”.

— Não tem sido fácil, tudo se levanta contra esse governo. Tudo conspirou contra este governo. Brumadinho, óleo na praia, queimada no Pantanal, quando a gente achava que não tinha mais nada, Congresso começa a brigar entre si. Um Judiciário se levanta contra nós, a imprensa contra nós — disse.

Damares deixou o governo no dia 31 de março com outros oito ministros para cumprir o prazo da justiça eleitoral de desincompatibilização. Ela ainda não anunciou a qual cargo concorrerá, mas mudou o seu domicílio eleitoral para o Distrito Federal e se filiou ao Republicanos ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Da redação/ Com Carta Capital

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48