terça, 25 de janeiro de 2022
SIGA-NOS

Ex-presidente do PT/PB acusa partido de autoritarismo



Publicado em sexta-feira, janeiro 7, 2022 · Comentar 

O ex-presidente do PT na Paraíba, professor Charliton Machado, anunciou nesta sexta-feira (07), por meio de uma carta aberta, a desistência em disputar uma vaga no Senado Federal nas eleições de outubro.

Machado estava convicto de que iria para a disputa e que não tinha como desistir da população, mas se disse surpreso com a maneira impositiva e autoritária dos dirigentes do partido no agir com os seus militantes, no seu caso, um militante de 35 anos de vida partidária no PT.

“Após muitas reflexões decidimos desistir de nossa pré-candidatura. São muitas as razões para essa decisão, porém não podemos esconder a decepção com os recentes retrocessos partidários, em particular o esvaziamento nas instâncias dos debates e deliberações que sempre marcaram a história do nosso partido desde sua fundação em 1980”, disse.

Machado foi um dos militantes contrários ao retorno do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, à legenda e do ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, sem o devido diálogo com os militantes.

Para Machado, a direção nacional do PT vai continuar se recusando efetivamente a debater com profundidade uma tática política com a maioria da direção estadual e a militância do PT na Paraíba, preferindo assim optar por escolhas que acomodam interesses e projetos individuais de alguns caciques recém filiados ao partido.

“Reconhecemos que exaure-se por inteiro a razão e a motivação para continuar lutando por uma pré-candidatura ao Senado Federal”, pontuou o professor, reiterando seu compromisso de trabalhar em prol do retorno de Lula à presidência da República.

Da redação/ Com Paraíba Online

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48