terça, 25 de janeiro de 2022
SIGA-NOS

Travesti é apontada como suspeita de matar motorista de aplicativo a facadas, na Paraíba



Publicado em terça-feira, janeiro 4, 2022 · Comentar 

Foi identificada a principal suspeita de ter matado o motorista de aplicativo, que foi morto a facadas durante um assalto na cidade de Campina Grande na última sexta-feira, (31), no Agreste paraibano.

Segundo a Polícia Civil, a vítima estava trabalhando e teria recebido o chamado de uma corrida por volta das 2h30.

De acordo com as investigações policiais, a suspeita de cometer o crime é uma travesti, identificada pelo nome social de Jessy, que solicitou a corrida pelo celular de um parente.

Ewerton Albuquerque Cruz Medeiros, de 25 anos, foi atingido com três golpes de faca no pescoço e nas costas, que conforme a perícia, foram desferidos pelo passageiro que estava no banco de trás do veículo.

O dono do celular, que a corrida foi solicitada, foi identificado pela polícia, mas no interrogatório o homem disse que não tinha informações sobre o local que a suspeita se encontrava.

A vítima, mesmo ferida, conseguiu chegar em casa, informar a família que foi assaltado por uma travesti loira e pedir socorro ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Ele foi levado para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e faleceu na madrugada desse sábado (1º).

A delegada Elizabeth Beckman, responsável pelas investigações, disse ao Notícia Paraíba que o crime está sendo investigado como tentativa de assalto seguida de morte. Ela ainda explicou que não levaram dinheiro da vítima, já que a carteira do motorista ficava escondida dentro do veículo.

Da Redação 
Com Noticia Paraíba

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48