sexta, 28 de janeiro de 2022
SIGA-NOS

Suspeito de matar jovem achado dentro de carro em chamas é preso em Campina Grande



Publicado em terça-feira, janeiro 4, 2022 · Comentar 

O suspeito de matar o jovem encontrado morto dentro de um carro em chamas foi preso, no bairro Santa Rosa, em Campina Grande, nesta segunda-feira (3). O crime aconteceu no último dia 27 de dezembro, enquanto a vítima, identificada como Daniel Vitor Cavalcanti Brito, de 21 anos, trabalhava como motorista de transporte por aplicativo.

O suspeito foi preso no bairro Santa Rosa e confessou ter cometido o crime, segundo informou o delegado Demétrius Patrício à TV Paraíba.

Após informar sobre a prisão, a Polícia Civil optou por não revelar detalhes sobre as investigações e disse que mais informações sobre o caso só serão divulgadas em entrevista coletiva de imprensa, na manhã da terça-feira (4).

A primeira linha de investigação do caso era de que o crime se tratava de um latrocínio – quando há um roubo seguido de morte – já que a vítima teve o celular e o relógio levados durante a ação.

De acordo com o diretor do Instituto de Polícia Científica (IPC), Márcio Leandro, um laudo feito pelo órgão aponta que tentaram estrangular Daniel com alguma corda, fita ou cordão, mas não conseguiram matá-lo dessa forma.

Os ferimentos causados pela tentativa de esganadura deixaram o jovem inconsciente. Inconsciente, no banco de trás do carro, ele começou a aspirar a fumaça, que estava saindo do interior do veículo. Já que existem vários produtos inflamáveis que compõem as peças do carro, Daniel morreu com a aspiração da fuligem da fumaça.

Ou seja, a vítima poderia estar vivo se não fosse o fogo ateado no carro, após a tentativa de estrangulamento. O laudo ainda informou que Daniel tentou lutar pela vida, antes de ficar inconsciente.

Da Redação 
Com Polêmica Paraíba

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48