quinta, 28 de outubro de 2021
SIGA-NOS

Exportação de carne suína pode crescer 13% em 2021, estima ABPA



Publicado em quarta-feira, setembro 29, 2021 · Comentar 

A produção de carne suína deverá atingir entre 4,65 e 4,7 milhões de toneladas em 2021, com um crescimento de até 6% ante as 4,436 milhões de toneladas registradas em 2020. As projeções foram divulgadas nesta quarta, 29, em coletiva de imprensa virtual, pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A exportação de carne suína deverá avançar até 12% neste ano frente às 1,024 milhão de toneladas embarcadas em 2020, ficando entre 1,1 e 1,15 milhão de toneladas. O consumo doméstico deve avançar até 5,5% frente às 3,412 milhões de toneladas demandadas em 2020, ficando entre 3,5 e 3,6 milhões de toneladas neste ano.

O consumo per capita de carne suína deverá crescer para até 16,9 quilos neste ano, volume 5% superior ante os 16,06 quilos demandados em 2020.

Para 2022, a ABPA projeta uma produção entre 4,8 e 4,85 milhões de toneladas de carne suína, avanço de até 4% frente aos volumes estimados para 2021. Na exportação, a entidade prevê embarques entre 1,15 e 1,25 milhão de toneladas no próximo ano, avanço de até 13% frente ao volume esperado para 2021.

O consumo doméstico em 2022 é estimado pela ABPA entre 3,55 e 3,7 milhões de toneladas de carne suína, com um aumento de até 5,5% frente ao volume previsto para este ano. O consumo per capita poderá crescer até 5% em 2022, chegando até 17,5 quilos.

Carne de frango

Para a produção brasileira de carne de frango, a ABPA prevê um aumento de 3,5%, ficando entre 14,1 e 14,3 milhões de toneladas em 2021. Em 2020, o país produziu 13,845 milhões de toneladas.

Neste ano, as exportações de carne de frango do Brasil deverão crescer até 7,5% frente às 4,231 milhões de toneladas embarcadas em 2020, ficando entre 4,5 e 4,55 milhões de toneladas.

O consumo interno de carne de frango deve avançar até 2% frente às 9,614 milhões de toneladas demandadas em 2020, ficando entre 9,55 e 9,8 milhões de toneladas neste ano. O consumo per capita de carne de frango deverá crescer para até 46 quilos neste ano, volume 1,5% superior ante os 45,27 quilos demandados em 2020.

Para 2022, a ABPA projeta uma produção entre 14,4 e 14,7 milhões de toneladas de carne de frango, avanço de até 4,5% frente aos volumes estimados para 2021. Na exportação, a entidade prevê embarques entre 4,55 e 4,65 milhões de toneladas no próximo ano, avanço de até 3,5% frente ao volume esperado para 2021.

Em 2022, o consumo interno de carne de frango é estimado pela ABPA em 9,75 e 10,15 milhões de toneladas de carne de frango, com um crescimento de até 3,5% frente ao volume previsto para este ano. O consumo per capita poderá crescer até 5,5% em 2022, chegando até 47,5 quilos.

Da redação/ Com Canal Rural

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48