quinta, 13 de maio de 2021
SIGA-NOS

Operação Previna-se já notificou 318 estabelecimentos e conduziu 134 pessoas à delegacia por descumprimento de medidas sanitárias na Paraíba



Publicado em segunda-feira, abril 5, 2021 · Comentar 

A Operação Previna-se conduziu 134 pessoas até delegacias por descumprimento de medidas sanitárias de combate à covid-19 no período de 24 de fevereiro até 4 de abril, conforme dados do Núcleo de Análise Criminal e Estatística da Secretaria de Segurança da Paraíba, enviados ao ClickPB.

Neste período, foram registradas 1.587 ocorrências de descumprimentos de medidas sanitárias e 318 estabelecimentos foram notificados ou fechados em toda a Paraíba.

A operação é um esforço conjunto das forças de segurança pública, dos Procons e das vigilâncias sanitárias do estado e dos municípios. Só na Grande João Pessoa, entre 500 e 800 policiais militares trabalham na operação, fora o policiamento dos bairros. Em todo o estado, os números variam, conforme informou a assessoria de comunicação da Polícia Militar.

Na capital paraibana a operação conta com o reforço de oito guardas municipais, em duas viaturas. Além disso, agentes das vigilâncias sanitárias estadual e municipal e dos Procons estadual e municipal também atuam na operação, observando o cumprimento das medidas por estabelecimentos comerciais e de serviços.

Na tarde desse domingo (4), João Pessoa registrava um índice de 44,7% de isolamento social, de acordo com o Painel Covid-19 João Pessoa. O secretário executivo de Gestão de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, informou ao ClickPB que houve uma nítida redução na circulação de pessoas durante o período do último decreto do Governo do Estado, que antecipou feriados e deixou diversos segmentos econômicos de portas fechadas durante nove dias.

Agora, com a reabertura de diversas atividades, ele enfatizou que continua contando com a população para manter medidas sanitárias como o uso de máscaras e o distanciamento social, e destacou que Operação Previna-se continuará fazendo um papel importante de fiscalização.

O novo decreto prevê, entre outras coisas, que bares e restaurantes só poderão atender 30% da sua capacidade de clientes em ambientes fechados. Em ambientes abertos é possível atender até 50% da capacidade. ”Isso será fiscalizado pela Operação Previna-se”, afirmou o secretário.

Para denunciar aglomerações ou outras situações de descumprimento das medidas sanitárias, a população pode ligar para o telefone 190.

Da redação/ Com Click PB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48