quinta, 15 de abril de 2021
SIGA-NOS

Uber amplia pedido de foto de documento para pessoas que pagarem corridas em dinheiro



Publicado em quarta-feira, março 31, 2021 · Comentar 

Uber anunciou nesta quarta-feira (31) que poderá pedir, em todo o Brasil, a foto de um documento de identidade para as pessoas que solicitarem corridas pagas em dinheiro.

A medida de segurança tinha sido anunciada em setembro passado, com o objetivo de coibir golpes e assaltos sofridos pelos motoristas.

Foram feitos testes em Juiz de Fora (MG), Petrolina (PE) e Feira de Santana (BA), e agora o recurso será ampliado para todo o Brasil.

Para confirmar a identidade dos passageiros, o aplicativo irá aceitar RG e CNH, que serão comparados em tempo real com uma base de dados da própria Uber e da Serasa e Serpro, que têm parcerias com a empresa.

A tela para enviar uma foto do documento é exibida logo depois de solicitar a corrida.

A verificação de identidade para corridas pagas em dinheiro só vai acontecer para usuários que não tiveram outros dados validados.

Em 2017, a companhia passou a exigir que clientes enviassem o número de CPF e data de nascimento antes de pedir uma corrida pelo aplicativo, também nos casos de pagamento em dinheiro.

A Uber afirma que a imagem do documento “será mantido em segurança e apenas será usada para verificar a sua identidade”, em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

O passageiro ainda terá a opção de solicitar uma corrida caso não tenha o documento em mãos, por exemplo.

Para isso será preciso optar por um método de pagamento digital, como cartão de crédito ou saldo no aplicativo.

Se a pessoa enviar um documento válido, mas o sistema não conseguir identificar as informações, o passageiro poderá optar por outro método de pagamento ou abrir um chamado no suporte do app.

Esse sistema de verificação de identidade funciona em outros 6 países da América Latina: Chile, México, Argentina, Costa Rica, Colômbia e República Dominicana.

De acordo com a Uber, a expansão no Brasil será gradativa. Ou seja, nem todos os usuários que fizeram corridas no dinheiro vão precisar passar pela verificação nesse primeiro momento.

Da redação/ Com G1

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48