quinta, 24 de junho de 2021
SIGA-NOS

Virada (muito) suada! Botafogo pena, mas vence o Nova Iguaçu no fim e está perto do G4 do Carioca



Publicado em segunda-feira, março 29, 2021 · Comentar 

O Botafogo esteve longe de ser brilhante. Mas, em uma partida na qual a raça falou mais alto do que a qualidade, a equipe de Marcelo Chamusca lutou até o fim e conseguiu arrancar uma vitória por 2 a 1, de virada, sobre o Nova Iguaçu, neste domingo, no Estádio Elcyr Resende. Após Vandinho abrir o placar para a Laranja da Baixada, Ênio e Marco Antônio garantiram o triunfo que levou o Alvinegro aos nove pontos ao fim da sexta rodada do Campeonato Carioca.

Os botafoguenses estão na sexta colocação, a um ponto do G4. A equipe de Carlos Vitor se manteve nos seis pontos.

O Glorioso volta a campo nesta quarta-feira para, no Giulite Coutinho, medir forças com o Madureira, às 17h. No mesmo dia, a Laranja da Baixada encara o Macaé às 15h30, em Los Larios.

QUEM É QUE SOBE?

A cobrança de falta de Marcinho na qual Gilvan obrigou Luis Henrique a espalmar indicou uma partida promissora do setor ofensivo do Botafogo. No entanto, a equipe de Marcelo Chamusca continuou a se atrapalhar ao concluir as jogadas.

O Alvinegro pressionava o adversário e via em Matheus Frizzo seu condutor. Porém, a equipe recorria com frequência a cruzamentos de Warley e Paulo Victor e desperdiçava chances. Felipe Ferreira arriscou duas vezes, mas parou na marcação adversária. Matheus Babi chegou atrasado em algumas jogadas, em especial na bola aérea.

ALERTA LARANJA

Aos poucos, o Nova Iguaçu encontrou brechas para avançar. Luã Lúcio foi lançado, passou como quis por Paulo Victor e deu finalização traiçoeira, obrigando Douglas Borges a cair para salvar. Yan também investiu pela direita e, em meio a um bate e rebate, Dieguinho encheu o pé. A bola desviou na zaga botafoguense e quase enganou o goleiro.

OLHA A MÃO BOBA…

O Botafogo voltou a ficar perto do caminho do gol graças a Matheus Frizzo. O meio-campista avançou livre pela esquerda e só foi parado quando Luis Henrique saiu da meta e colocou a mão na bola fora da área. Felipe Ferreira cobrou a falta e Matheus Babi cabeceou sozinho por cima do travessão. Também de cabeça, Gilvan parou nas mãos de Luis Henrique. Kayke ainda arriscou da meia-lua e a bola passou rente à trave.

PRESSÃO ALVINEGRA… E GOL DO NOVA IGUAÇU!

O Botafogo voltou do intervalo bem animado, rondando a área do Nova Iguaçu e levando a melhor na bola aérea. Após faltas cobradas por Felipe Ferreira, Marcelo Benevenuto cabeceou rente à trave e Gilvan também assustou o Luis Henrique.

Só que a Laranja da Baixada celebrou. Rafinha serviu Vandinho. A zaga alvinegra dormiu no ponto, Vandinho avançou como quis e encheu o pé, finalizando sem chance para Douglas Borges: 1 a 0, aos sete minutos. Empolgado, o Nova Iguaçu quase ampliou em avanço de Yan dois minutos depois. Coube a Jonathan salvar o Alvinegro.

BOMBARDEIO

O técnico Marcelo Chamusca promoveu alterações e tornou o Botafogo mais incisivo. Kayke encontrou Ênio livre na área. O camisa 36 tentou driblar Luis Henrique, mas se atrapalhou e desperdiçou a chance. Em seguida, Ronald alçou para Matheus Babi, mas o camisa 11, em noite pouquíssimo inspirada, furou.  Em nova oportunidade, Ênio esticou a Babi, só que o atacante não alcançou.

Enquanto isso, o Nova Iguaçu “amarrava” o jogo o quanto podia e ainda viu a tentativa de Roberto Baggio explodir em Jonathan.

VIRADA NA MARRA

Em reta final com muito drama, o Botafogo abriu caminho para virada. Marco Antônio cobrou falta para a área, a bola sobrou para Ênio, que fulminou com raiva. A bola ainda bateu nas costas de Vandinho até igualar aos 45.

Impetuosa, a equipe de Marcelo Chamusca se lançou de vez ao ataque e, de tanto pressionar, achou a rota da virada. Rafael Navarro recebeu passe na direita e serviu Marco Antônio. O estreante da noite bateu rasteiro, sem chance para Luis Henrique, garantindo o 2 a 1 aos 50 minutos. Uma vitória com cara de Botafogo.

FICHA TÉCNICA

NOVA IGUAÇU 1×2 BOTAFOGO

Data-Hora: 27-03-21 – 18h
Estádio: Elcyr Resende, em Saquarema (RJ)
Árbitra: Beatriz de Oliveira Dantas (RJ)
Assistentes: Rafael Gomes Rosa (RJ) e Fabiana Nóbrega Pitta (RJ)

Gols: Vandinho, 7/2T (1-0), Ênio, 45/2 (1-1) e Marco Antônio, 50/2T (1-2)

Cartões amarelos: Luis Henrique, Vinícius Matheus, Luã Lúcio e Canela (NIG)

NOVA IGUAÇU: Luis Henrique; Digão (Vinícius Matheus, intervalo), André Santos, Gilberto e Rafinha; Abuda, Vandinho e Dieguinho (Canela, 27/2T); Yan (Roberto Baggio, 27/2T), Luã Lúcio e Raphael Carioca (Anderson Künzel, 27/2T). Técnico: Carlos Vitor

BOTAFOGO: Douglas Borges; Jonathan, Marcelo Benevenuto, Gilvan e Paulo Victor (Rafael Navarro, 39/2T); Kayke (Cesinha, 38/2T), Matheus Frizzo e Felipe Ferreira (Ronald, 15/2T); Warley (Marco Antônio, 15/2T), Marcinho (Ênio, 20/2T) e Matheus Babi. Técnico: Marcelo Chamusca

Da redação/ Com Lance

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48