domingo, 28 de fevereiro de 2021
SIGA-NOS

Mais um treinador perde o emprego no Campeonato Brasileiro



Publicado em segunda-feira, dezembro 21, 2020 · Comentar 

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Mano Menezes foi demitido do Bahia após a derrota por 4 a 3 para o Flamengo no Maracanã, neste domingo (20). O treinador chegou a dar uma entrevista à imprensa depois da partida. Ao final dela, antecipou a decisão.

“Vou dizer ao torcedor do Bahia que o presidente [Guilherme Bellintani] e eu tivemos uma conversa. Deve haver uma troca no comando de futebol do Bahia. É o momento de fazer essa troca”, afirmou o técnico, que havia chegado ao time em setembro.

O clube tricolor está na 16ª posição do Brasileiro, com a mesma pontuação do Vasco, 17º e primeiro na zona de rebaixamento.

Durante a partida, Mano Menezes e o jogador Gerson, do Flamengo, discutiram. O flamenguista o acusou de ser desrespeitoso e de minimizar um episódio racista que teria sido protagonizado por Juan Ramírez, atleta do Bahia.

Segundo o meio-campista da equipe carioca, o colombiano teria dito para ele: “Cala a boca, negro”.

Após a partida, o Bahia se pronunciou oficializando a demissão e dizendo que, “em relação à grave acusação de racismo envolvendo o colombiano Indio Ramírez, o clube se posicionará em breve após finalizar a apuração do caso”.

“Nós não temos nenhum relato, imagem, não temos o fato de Ramírez falou para Gerson qualquer coisa deste tipo. Então, logicamente, ficamos ao lado do nosso jogador. […] O que pareceu na hora foi que tinhamos crescido no jogo, feito 2 a 1, e estava havendo uma tentativa de tentar tumultuar, tirar um jogador nosso por cartao vermelho”, afirmou Mano na entrevista após o jogo.

“Em relação às discussões de campo, o Gerson estava bastante alterado, xingou todo mundo. E houve uma tentativa de defender o nosso, mas sempre dentro do jogo, nada de defender uma atitude errada. Se aconteceu, não defendo”, concluiu o treinador.

Após a partida, o canal SporTV recuperou imagens da confusão, nas quais é possível ver uma discussão entre os dois.

“Ele me chamou de negro”, grita Gerson. Mano responde: “Agora virou malandragem?”. “Malandragem? Pergunta pra ele”, retruca o meia. A confusão segue. Pouco depois, é possível ver o treinador falando com o quarto árbitro.

“Se nós estamos errados, tá errado. Mas aquele menino [supostamente se referindo a Ramírez] não ia fazer isso. Eu conheço o jogador, o jogador chegou agora, é um guri.”

Mano também pede a expulsão de Gerson por tê-lo xingado na frente do árbitro da partida.

Em outro momento, o treinador é flagrado dizendo: “Tem que tomar bico do Daniel [Alves], que é mais malandro que tu”.

Gerson também falou sobre isso na entrevista após a partida. Para ele, Mano estaria ironizando o fato de Daniel Alves, do São Paulo, ter vencido os duelos entre os dois recentemente. Nesses jogos, ambos se estranharam diversas vezes.

Da redação/ Com Paraíba Online

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48