segunda, 26 de outubro de 2020
SIGA-NOS

Prefeito de Sobrado retém repasse do duodécimo da Câmara e funcionários e vereadores estão sem receber salários



Publicado em segunda-feira, setembro 28, 2020 · Comentar 

Os servidores  da Câmara Municipal de Sobrado, na região da Zona da Mata, bem como os vereadores estão sem receber seus salários porque o prefeito George Coelho decidiu reter o duodécimo do poder legislativo depois que a justiça afastou a mesa diretora da casa e determinou nova eleição, tendo sido eleita uma mesa diretora comandada por vereadores da oposição.

O prefeito George, que também é Presidente da Famup, determinou a seu secretário de finanças que criasse uma “conta judicial” para fazer o depósito do repasse do duodécimo até que a justiça se pronuncie sobre o caso.

Leia também: Em Sobrado, prefeitura não repassa duodécimo e Câmara atrasa salário de funcionários e vereadores

Enquanto o gestor toma uma atitude anticonstitucional como forma de retaliação a nova mesa diretora da Câmara de Sobrado, os servidores estão sem receber seus vencimentos, além dos vereadores.

O Presidente da Câmara, vereador João Rodolpho, informou na semana passada que a assessoria jurídica da casa está tomando as medidas judiciais cabíveis para impedir que o poder executivo intervenha no andamento das ações do poder legislativo e lamentou a atitude do prefeito.

Da Redação 
Do ExpressoPB

 

 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48