quinta, 22 de outubro de 2020
SIGA-NOS

Covid-19 não escolhe idade: Médico de apenas 32 anos morre no sudeste do país



Publicado em terça-feira, agosto 11, 2020 · Comentar 

O médico Lucas Pires Augusto, de 32 anos, foi mais uma vítima da covid-19. ”Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez”, escreveu o médico nas redes sociais, pouco antes de ir para a UTI.

Falecido no sábado (8), o médico ficou conhecido em todo o país após participar da cirurgia que separou as gêmeas siamesas Maria Ysabelle e Maria Ysadora, que nasceram unidas pelo crânio e foram operadas no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, em São Paulo.

Lucas Pires Augusto deixa esposa, também médica, e dois filhos.

Leia o texto publicado por ele antes de morrer:

“Estou indo nesse momento para a UTI devido a um agravamento do quadro de Covid-19. Ficarei incomunicável, mas desde já agradeço aos amigos pelas orações. Peguei essa doença fazendo o que amo, cuidando dos meus pacientes com amor e dedicação. Faria tudo outra vez. Sei que meu Deus é soberano sobre todas as coisas, seus caminhos e propósitos são sempre justos e perfeitos e que no fim, todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Rm 8:28. Amém”.

Segundo caso

Por coincidência, outro médico que participou da cirurgia de separação das gêmeas siamesas também já havia morrido de covid-19. Em março, o médico estadunidense James Tait Goodrich faleceu, em Nova Iorque, aos 73 anos.

Goodrich, que era uma referência mundial nesse tipo de procedimento, foi convidado pelo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e trouxe uma equipe para auxiliar na cirurgia de separação das gêmeas.

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48