domingo, 25 de outubro de 2020
SIGA-NOS

Deputado federal descarta participação na disputa pela Prefeitura de João Pessoa



Publicado em quinta-feira, julho 30, 2020 · Comentar 

O deputado federal e presidente estadual do PSB na Paraíba, Gervásio Maia descartou que esteja à disposição do PSB para participar da disputar pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, não desta forma como pré-candidato.

Ele disse que prefere dar seguimento ao seu mandato da Câmara Federal, mas pode dizer seguramente que o seu partido tem nomes viáveis e que o PSB estará no jogo e com uma grande história construída não só na Capital, mas em todo Estado da Paraíba.

“A única coisa que eu posso afirmar com toda convicção é que o nosso partido terá candidatura própria. Eu estou muito focado no mandato de deputado federal, muito sintonizado com a nossa bancada e com o nosso partido em Brasília, mas o PSB tem grandes quadros e nomes com muita identificação e com muita força para disputar do pleito”, disse.

Maia ressaltou ainda que está se sentindo muito útil no seu mandato, muito requisitado pela bancada e pelo projeto socialista e depois que assumiu a responsabilidade de presidir o diretório estadual do PSB na Paraíba, tem que observar, ouvir e ajudar na construção dos fatos políticos.

“Eu tenho minhas preferências de nomes para a pré-candidatura em João Pessoa, mas acho que não seja oportuno divulgar e tenho diante do quadros que temos, a minha ponderação firme em relação ao meu nome porque no instante em que renunciou ao meu mandato, o partido termina perdendo uma representação na bancada porque o primeiro suplente não é do PSB, assim como o trabalho que vem sendo realizado”, lembrou.

Conforme o deputado, se ele abrir mão das opções que se tem para o PSB perder uma cadeira na Câmara dos Deputados teria que ser algo muito analisado, muito pesado, até porque esse projeto é uma engrenagem e tem coisas que precisam ser consideradas.

“Eu considero o cenário e na hora que a gente conversa sobre as opções isso é colocado em discussão”, argumentou.

Sobre alianças, uma vez que os partidos que poderiam se coligar com o PSB estão despontando com candidaturas próprias, a exemplo do PT, o deputado avalia que tem que se respeitar as decisões.

“Mesmo estando no mesmo campo, eles têm todo o direito de lançar candidatura própria, mas como essas eleições serão de dois turnos, quem não se juntar no primeiro estará no segundo turno de acordo com a sua ideologia”,refutou.

Da redação/ Com Paraíba Online

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48