sábado, 31 de outubro de 2020
SIGA-NOS

Preso acusado de roubo a banco na cidade de Guarabira; marginal teria furtado R$ 69 mil em Alagoinha



Publicado em quinta-feira, julho 16, 2020 · Comentar 

Numa operação na manhã desta segunda-feira (13/07) policial integrada das policias militar e civil, após um rol de investigações chegou-se a prisão na Av. Dom Pedro II em Guarabira que fora conduzido, o qual na hora da abordagem apresentou documento falso (CNH), onde, levantado seu nome verdadeiro de Marcelo Alexandre da Silva, deu-se o cumprimento de 4 mandados de prisão em aberto, oriundos do estado de São Paulo, todos por furto qualificado em caixas eletrônicos de agências bancárias.

A origem das investigações iniciou-se quando chegou ao conhecimento da polícia, que o marginal havia, em parceria com outro meliante, subtraído a quantia de R$ 69.000,00 (sessenta e nove mil reais) de um empresário na cidade de Alagoinha, tendo naquela ocasião foragido junto com o comparsa em um veículo Celta, cor prata, placas MMQ 7474-PB.

No momento da sua abordagem e prisão, que se deu após exaustiva campana feita por policiais militares e civis da guarnição do comando do 4ºBPM e GTE da Polícia Civil, ocasião em que o indivíduo estava conduzindo o veículo HB20, cor branca, placa OFE 7881-PB.

Na hora da prisão também participaram policiais militares da Força Tática, que deram apoio a abordagem. O acusado foi encaminhado para Delegacia local, onde foi apresentado ao delegado plantonista, e o mesmo confessou que juntamente com outro indivíduo teria participado do furto na cidade de Alagoinha.

Em entrevista à imprensa, o agente de investigação Luís Pereira revelou que o indivíduo utilizava rastreadores em veículos de empresários, de donos de lojas, monitorava esses veículos e abria portas de lojas quando o corro estava distante dos estabelecimentos, principalmente em horário noturno.

O indivíduo estava morando em Guarabira, utilizava dois endereços, usava o apelido de Paulista e chegou a fazer negócio usando documentos falsos, implicando um cidadão que teve documentos falsificados.

Da Redação
Com Nordeste1/Rodrigo Sousa 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48