domingo, 12 de julho de 2020
SIGA-NOS

Veja quem foram os alvos que estão na mira do STF por propagar fake news e discurso de ódio



Publicado em quarta-feira, maio 27, 2020 · Comentar 

A Polícia Federal (PF) cumpre, na manhã desta quarta-feira (27), mandados de busca e apreensão no inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura ameaças e ofensas à Corte. O deputado estadual Douglas Garcia (PSL-RJ) e blogueiro Allan dos Santos, aliados de Bolsonaro, alguns dos alvos.

Ao todo, a operação tem 29 mandados de busca e apreensão. O relator do inquérito é o ministro Alexandre de Moraes.

Leia também: Fake News na mira do Supremo: PF cumpre 29 mandados de busca e apreensão contra disseminadores de notícias falsas

As ordens judiciais estão sendo cumpridas no Distrito Federal, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Mato Grosso, no Paraná e em Santa Catarina.

As investigações tramitam em sigilo e apuram informações levantadas pela equipe designada pelo relator do caso no STF, ministro Alexandre de Moraes, sobre suspeitos de terem atacado a honra ou tentado ameaçar ministros.

O novo aliado do Presidente Bolsonaro, o ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB que tem negociado cargos com o Palácio do Planalto também é alvo da PF.

Além dele, o blogueiro Allan dos Santos, que comanda o site Terça Livre, e o humorista Rey Biannchi, são alvos do inquérito que investiga a produção e disseminação de notícias falsas contra o Supremo Tribunal Federal. Além destes, o G1 informa que o empresário e dono da Havan, Luciano Hang, também teve endereços visitados pela PF, assim como o deputado estadual do PSL pelo Rio de Janeiro, Douglas Garcia.

Da Redação 
Do ExpressoPB/Com levantamento em portais

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48