terça, 18 de fevereiro de 2020
SIGA-NOS

A novela continua em Bayeux: Câmara vota na quinta pedido de cassação de Berg



Publicado em quarta-feira, janeiro 22, 2020 · Comentar 

A Câmara Municipal de Bayeux vai julgar, na quinta-feira (23), o pedido de cassação do prefeito Berg Lima. No caso em pauta ele é acusado de pagar adicional noturno a guardas municipais que nem teriam trabalhado durante a noite. Berg ainda é alvo de pedido de cassação por compra de cones com dispensa de licitação e suspeita sobre o valor da aquisição, além de ser denunciado por suposto pagamento ilegal envolvendo a coleta de lixo. Mas esses dois últimos casos não estarão na pauta de quinta-feira.

O parecer da relatora da Comissão Processante, vereadora França, é pelo arquivamento da denúncia contra o prefeito de Bayeux. O presidente da Comissão, Adriano Martins, acompanha o voto dela. Lico, membro na Comissão, é favorável à cassação do gestor.

O dirigente da Câmara, Jefferson Kita, oposicionista a Berg, disse ao ClickPB que “o voto da relatora foi pelo arquivamento. Trata-se de uma aliada do prefeito e o presidente também é outro aliado. Pediram arquivamento. Voto vencido do vereador Lico.”

Ainda segundo declarou Jefferson Kita ao ClickPB, “a sessão do julgamento é uma sessão longa. Vão ser transmitidos no telão todos os procedimentos, todo o processo vai ser lido. Depois do processo lido, (serão exibidos) os (materiais) audiovisuais das oitivas. Aí depois dessa parte cada vereador terá 15 minutos para se pronunciar. A defesa também tem um tempo de, ser não me engano, até uma hora para explanar. Depois o processo vai para votação e encerra-se a sessão. Esse é o rito.”

Berg tem sete aliados na Câmara Municipal e 10 vereadores na oposição a ele. Para a cassação do prefeito, é preciso um total de 12 votos a favor da medida.

Da Redação 
Com Clickpb

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48