sexta, 28 de fevereiro de 2020
SIGA-NOS

Em CG, assassina do marido vai para casa cumprir prisão domiciliar



Publicado em terça-feira, janeiro 21, 2020 · Comentar 

Isabel Cristina da Silveira, 32 anos, que matou o marido, Joselito dos Santos Soares, 42 anos, com cinco facadas na presença dos filhos dele, passou por audiência de custódia na tarde desta segunda-feira (20) e o juiz optou pela prisão domiciliar, haja vista que a mulher é mãe de uma bebê de seis meses.

Leia também: Mulher mata companheiro a facadas e em áudio revela: “pra ele não tirar onda com a minha cara, não me trair”

Isabel matou o marido no final da tarde deste domingo (19) na zona sul de Campina Grande por desconfiar que estaria sendo traída pelo companheiro.

Ao se acordar, ela, de faca empunhada, teria inquerido Joselito sobre a suposta traição ao passo que ele a chamou de “maluca”, sendo imediatamente golpeado na presença dos seus filhos.

Isabel premeditou o crime, pois minutos antes do assassinato, ela enviou uma mensagem via Whatsapp para a ex-mulher de Joselito, pedindo para que ela, entre as 17h30 e 18 horas, fossem pegar seus filhos que estavam na sua casa, pois que iria matar o companheiro e se entregar a polícia.

Com a decretação da prisão domiciliar de Isabel, a família de Joselito está revoltada e pede que Justiça seja feita e que ela seja trancafiada no presídio.

O Superior Tribunal Federal (STF) determina que mães de filhos menores de 12 anos e acusadas de cometerem crimes, sejam colocadas em prisão domiciliar.

Da redação
Com Heleno Lima

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48