terça, 18 de junho de 2019
SIGA-NOS

Editorial – Edição nº 45 / Alvos preferidos



Publicado em segunda-feira, junho 3, 2019 · Comentar 

Criticar políticos não é novidade em lugar nenhum. A diferença está na intensidade de ódio com que essas críticas são dirigidas, sobretudo com o uso descontrolado das redes sociais, o discurso de ódio começa a se naturalizar. Imaginem alguém que está se preparando para o almoço e enquanto espera ser atendido, passa a vista no facebook e se depara com uma agressão contra si. E se o indivíduo assume alguma função pública a situação é ainda pior, porque entra na crítica pessoal, animalesca e constrangedora.

A EXPRESSO tem acompanhado nos últimos dias a ‘via crucis’ de dois prefeitos da região que se tornaram alvos preferidos de ataques nos meios de comunicação – rádio, blogs e mídias sociais – insuflados por políticos opositores que impulsionam até agressões contra eles.

A prefeita de Belém, Renata Chris, é pauta de programas de rádio e matérias em blogs que desaguam na rede. Os inimigos de Renata fazem cada vez mais barulho e direcionam suas metralhadoras a sua gestão, mas também a sua pessoa. Muitos deles não a chamam se quer pelo nome, mas pelo codinome de “mainha”, de forma debochada e deselegante.

Em Mari, o clima não é menos agressivo. O Prefeito Antonio Gomes sofre bombardeio permanente de alguns blogs e nas redes sociais que tentam amplificar os ataques, que não ficam só na crítica a gestão, mas também entram na vida pessoal, com acusações de todas as ordens.

Entre os malhadores mais aplicados de Renata, estão os programas das duas emissoras de rádio dirigidas por adversários seus. No caso de Antonio em Mari, o time da malhação parte de fakes, perfis falsos na internet criados apenas para atacar o gestor, a gestão e setores da sociedade que esboçam alguma simpatia pelo governo.

Os adversários de Antonio em Mari soltam rojões com a baixaria. Na situação de Renata, o clima é o mesmo, com uma diferença, em Belém as críticas, cobranças e ataques são feitos de ‘cara limpa’, por agentes identificados. Dias atrás, o denuncismo contra as gestões de Belém e Mari ganharam temperatura máxima. Parece até algo orquestrado, combinado entre políticos das duas cidades.

Enquanto em Mari levantaram a polêmica sobre má atendimento na Policlínica Municipal, em Belém o alvo foi o sopão comunitário distribuído com a população carente, onde uma pessoa teria denunciado na rede social que o alimento estaria estragado (ver matérias no ExpressoPB.net).

Nesse clima de revanchismo político, falta de respeito, desinformação e discurso de ódio, as mídias sociais têm feito um grande desserviço à sociedade, sem precedentes, pois passam uma imagem completamente distorcida dos fatos e leva parte da sociedade a replicarem seu discurso de intolerância. É preciso combater aqui e alhures práticas danosas a sociedade como a que estamos assistindo nessas cidades, mas que certamente ocorre em outras tantas, Brasil afora.

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48