sábado, 25 de maio de 2019
SIGA-NOS

“Você vai morrer nos meus braços”, diz agressor durante espancamento à namorada



Publicado em sexta-feira, abril 26, 2019 · Comentar 

Mariana Orbolato ficou gravemente ferida após ser espancada por “ficante”. A jovem ainda se recupera das agressões (reprodução/facebook)

“Você não vai sair daqui viva. Se não for comigo, não vai ser com ninguém […] Ninguém vai te reconhecer no velório. Você vai morrer nos meus braços”

As palavras acima foram ditas pelo agressor da jovem Mariana Orbolato, de 22 anos. Ela foi brutalmente espancada por Jorge Henrique Trevissan, de 30 anos. Os dois mantinham um relacionamento.

O crime ocorreu no início do mês de abril, mas só agora Mariana teve condições de externar o que aconteceu. Sua postagem no Facebook com texto e fotos do episódio já acumula mais de 15 mil compartilhamentos.

Mariana contou que mantinha um relacionamento esporádico com Jorge Trevissan há cerca de um mês. No dia 5 de abril, ela foi com amigos para um show e na saída encontrou o rapaz. Ele disse que precisava conversar e a convidou para ir à casa dele.

Quando eles chegaram na frente da casa do homem, as agressões começaram. “Ele começou a puxar meu cabelo no meio da rua, querendo me levar para dentro da casa, dizendo que se eu não fosse ficar só com ele, não ia ficar com mais ninguém. Eu resisti para não entrar lá e ele foi me dando socos na cabeça e no rosto.”, relembrou Mariana.

“Eu gritava por socorro, mas ninguém ajudou, ninguém chamou a polícia. Se alguém tivesse ligado para a polícia, poderia te sido diferente. Eu achei que ia morrer”, contou.

As agressões só terminaram depois que Mariana conseguiu correr para dentro do carro e dirigir até uma base da PM, onde pediu ajuda. De lá, ela foi encaminhada para o Hospital Municipal da Vila Industrial, onde foi constatado uma fratura no nariz. Ela passou por uma cirurgia nesta quarta-feira (24).

“Agora estou me recuperando em casa, mas vai levar um bom tempo ainda. Precisei trancar a faculdade e sair do estágio. Eu nunca esperava que ele fosse fazer uma coisa dessas comigo e nunca pensei que, como ocorreu, ninguém fosse ajudar. Eu postei na internet para as pessoas verem que eu poderia ter morrido”, lamentou.

BO e prisão

Mariana registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal, violência doméstica e ameaça. Ela fez exame de corpo delito e o inquérito foi aberto pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

Jorge Henrique Trevissan foi preso no último dia 17 de abril após a Justiça expedir um mandado de prisão preventiva contra ele. O agressor encontra-se no Centro de Detenção Provisória (CDP) de São José. A Polícia Civil informou que, no interrogatório, ele permaneceu em silêncio.

Leia a íntegra do relato publicado por Mariana em seu Facebook:

“ VOCÊ NÃO VAI SAIR DAQUI VIVA “
“ SE NÃO FOR COMIGO NÃO VAI SER COM NINGUÉM “
“ NINGUÉM VAI TE RECONHECER NO VELÓRIO “
“ VOCÊ VAI MORRER NOS MEUS BRAÇOS “
Pesado né ? Parece distante de nós tudo isso! Coisa de televisão!
Eu venho dizer pra vocês, infelizmente não.
E felizmente ele não foi bem sucedido e eu não fui mais uma vítima de feminicídio!
Pela minha garra e força de conseguir fugir!
NINGUÉM ME AJUDOU! NINGUÉM CHAMOU A POLÍCIA! Se minha vida dependesse daquelas pessoas eu estaria morta!
A justiça funciona sim!
A divina maior do que todas!
EU PASSEI PELO PIOR DIA DA MINHA VIDA VENDO A MORTE NA MINHA FRENTE!
Mesmo assim não desisti e não perdi a minha fé!
Não, ele não se arrependeu, se escondeu até o último e contou mentiras! Lamentável! O ser humano está podre por dentro!
MULHERES, não se calem!
Ainda tem solução! E está nas suas mãos! FORÇA PARA TODAS NÓS NESSE MUNDO QUE ESTÁ TÃO VIOLENTO!
Aconteceu comigo, pode acontecer a qualquer uma!
E você que escuta pedidos e socorro e não se mete, tá fazendo parte desse homicídio!
Luz para todos 🙏💕

Da Redação 
Com Pragmatismo Político

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48