segunda, 24 de setembro de 2018
SIGA-NOS

Morre aos 89 anos, Joseph Jackson, pai de Michael Jackson



Publicado em quarta-feira, junho 27, 2018 · Comentar 

Joseph Jackson, pai de Michael Jackson, morreu nesta quarta-feira (27) aos 89 anos. As informações são do TMZ. Ele estava hospitalizado desde o começo de junho batalhando contra um câncer terminal.

Na semana passada, Jermaine Jackson, 63, irmão do rei do pop, deu um depoimento ao site sobre a decisão do pai de impedir que os familiares o visitassem no hospital. “Ninguém sabia o que estava acontecendo. Não deveríamos ter que implorar e argumentar para vermos nosso próprio pai, especialmente em um momento como este. Estamos sofrendo. Não nos disseram onde ele estava e não nos deram todas as informações. Mesmo do médico. Minha mãe estava preocupada, ele está muito frágil, não tem muito tempo. A família precisa estar ao lado dele, essa é a nossa única intenção em seus últimos dias”, disse ele.

O tipo de câncer que Joe enfrentava ainda não foi revelado. De acordo com a Variety, ele tinha câncer no pâncreas de estágio 4.

Joe, como também é conhecido, incentivou desde cedo que seus filhos investissem na carreira artística. Desde pequenos, eles foram treinados rigidamente para serem cantores e dançarinos e lançou o grupo de música pop The Jackson 5 à fama internacional.

Além de Michael, Joe teve 10 filhos com Katherine Jackson: Janet, Jermaine, La Toya, Rebbie, Randy, Jackie, Marlon, Tito, Joh’Vonnie e Brandon. O casal ficou junto por mais de 60 anos.

Ele estava com a saúde debilitada há alguns anos. Em 2016, Joe foi hospitalizado por ter febres altas. Em 2015, ele teve um derrame e três ataques cardíacos, quando colocou um marcapasso.

Relação com Michael Jackson
TMZ também foi o primeiro a noticiar a morte de Michael Jackson, em 2009. Ele e Joseph não tinham uma boa relação. O cantor chegou a dizer, em um documentário, que tinha vontade de vomitar quando lembrava do pai e que sofreu violência física e verbal de Joe.Michael Jackson com os pais, Joseph e Katherine (Foto: Getty Images)

Em novembro de 2010, Joe Jackson admitiu em entrevista a Oprah Winfrey que agredia seus filhos. “Eu não lamento”, disse Joe na ocasião, negando quentinha se arrependido das agressões. “Mantiveram meus filhos fora da cadeia, no caminho certo”.

Joe também negou que o filho popstar sentisse medo dele. “Não acho que ele tinha medo de mim. Acho que ele sentia medo de fazer algo errado, e eu brigar com ele, mas não de apanhar de mim. Nunca o espanquei como a mídia gosta de dizer”.

QUEM
Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48