terça, 31 de janeiro de 2023
SIGA-NOS

EFEITO INSTANTÂNEO: após posse de Lula, bolsonaristas esvaziam ato em frente ao Grupamento de Engenharia, em João Pessoa



Publicado em segunda-feira, janeiro 2, 2023 · Comentar 

A posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no cargo de presidente da República teve como um dos efeitos a desmobilização de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) em todo o país. Em João Pessoa, poucas pessoas permaneciam ainda em frente ao Grupamento de Engenharia, na Epitácio Pessoa, na noite deste domingo (1º). Em Campina Grande, eles desarmaram as barracas e deixaram o local. O movimento ocorre depois de o agora ex-presidente ter deixado o país em direção aos Estados Unidos e informações de que as Forças Armadas poderão fazer a desocupação de quem permanecer nos locais.

Os grupos começaram a ocupar a área frontal aos quartéis pelo Brasil afora logo depois das eleições, em 20 de outubro, quando Bolsonaro foi derrotado. Eles, em sua maioria, pediam um golpe militar para manter o ex-presidente no poder, o que é ilegal. Alegavam fraude nas eleições deste ano sem apresentar nenhuma prova e ainda afirmavam que o ex-mandatário deveria comandar uma tomada violenta do poder.

A proximidade da posse e os casos de terrorismo atribuídos a bolsonaristas, em Brasília, também serviram para desmobilizar os movimentos de cunho antidemocráticos em frente aos quartéis. A radicalização fez com que o novo governo anunciasse medidas para proceder a desocupação logo após a posse. Os acampamentos foram desarmados de forma pacífica no Distrito Federal e o entendimento das Forças Armadas foi o de que não precisaria adotar medidas drásticas. As pessoas procederiam, elas mesmas, a desmobilização. E tem sido justamente isso o que tem acontecido na Paraíba.

Da Redação 
Com Polêmica Paraíba

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48