quarta, 01 de fevereiro de 2023
SIGA-NOS

Secretária de Educação de Santa Rita é denunciada por suposto contrato com empresa em nome de “laranja”



Publicado em quinta-feira, dezembro 29, 2022 · Comentar 

Da esquerda para a direita: Emerson Panta (prefeito), Jane Panta (deputada) e a secretária Edilene. (Foto: Reprodução)

Uma denúncia foi protocolada na última semana na Promotoria de Justiça de Santa Rita contra a atual secretária de educação do município, Edilene da Silva Santos. Conforme apurou o ClickPB, o conteúdo acusa a gestora de contratar uma empresa que se encontra em nome emprestado, ou seja, em nome de um “laranja” para locação de ônibus no município. O material pede urgência do Ministério Público na apuração do caso. O presidente do partido Solidariedade no município, Nicola Lomonaco, foi quem realizou a denúncia.

“A Sra. Edilene da Silva Santos, a fim de prestar serviços de locação de ônibus para a aludida secretaria, supostamente com a conivência do atual prefeito, Sr. Emerson Panta, ocorre que a empresa supramencionada se encontra em nome empretado, popularmente denominado de “laranja”, diz trecho do documento.

Com dados do Sagres Online, plataforma do TCE-PB, a denúncia expõe que a empresa reebeu R$ 1.593.800,00 este ano e recentemente foi realizado um aditivo para a manutenção do contrato por mais 12 meses.

Segundo apurou a reportagem, o presidente do Solidariedade alega que “o aludido ‘empresário’ não responde pela administração e tampouco pelas finanças da empresa, não podendo neste sentido, assumir um contrato de grande monta, quase 2 milhões de reais” e pede urgência na apuração do caso.

Também é solicitado no documento que o empresário colocado como dono da empresa e a secretária Edilene sejam convocados para prestar esclarecimentos sobre a situação, além de, caso confirmada a denúncia, o bloqueio das contas bancárias da Secretaria Municipal de Educação. Além disso, Nicola sugere que o MP analise se existe uma possível conivência, caso constatada a irregularidade, por parte do gestor do município, Emerson Panta (Progressitas).

A empresa contratada, consta no material, tem capital social de R$ 150 mil. Confira detalhes da denúncia:Veja detalhes dos valores pagos:Confira detalhes do contrato:

Da Redação
Com ClickPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48