segunda, 06 de fevereiro de 2023
SIGA-NOS

Morre Nélida Piñon, primeira mulher a presidir a Academia Brasileira de Letras



Publicado em domingo, dezembro 18, 2022 · Comentar 

Morreu neste sábado (17), aos 85 anos, em Lisboa, a escritora Nélida Piñon. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo. A escritora brasileira, que ocupou a 30ª cadeira da Academia Brasileira de Letras (ABL), em 1990,  foi a primeira mulher a presidir a instituição, em 1996.

A causa da morte não foi divulgada. De acordo com reportagem do Metrópoles, o corpo de Nélida será enviado para o Rio de Janeiro, onde ocorrerá o velório. Quem está organizando o processo do translado é a ABL

O primeiro romance de Piñon foi “Guia-Mapa de Gabriel Arcanjo”, lançado em 1961. Seu segundo livro “Madeira Feito Cruz” saiu dois anos depois, em 1963.

Assim como Jorge Amado e Paulo Coelho, Piñon é um dos nomes mais internacionalizados da nossa literatura, que abriu caminhos para escritores brasileiros.

A escritora foi a primeira autora latino-americana a ganhar os prêmios Juan Rulfo, o Nobel da América Latina, promovendo a promoção da literatura brasileira no exterior.

Da Redação
Com WSCOM

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48