quinta, 01 de dezembro de 2022
SIGA-NOS

Terceiro acusado de matar ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, é condenado a 18 anos anos de prisão



Publicado em quarta-feira, novembro 9, 2022 · Comentar 

O terceiro homem acusado de assassinar o ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, foi condenado a 18 anos e 8 meses de prisão em regime fechado, nesta terça-feira (8). Gean Carlos Nascimento de Lima vai responder por homicídio qualificado. Outros dois homens envolvidos no crime já haviam sido julgados e condenados a 20 e 24 anos de prisão, respectivamente, em abril deste ano.

O ex-prefeito Expedito Pereira foi morto em dezembro de 2020, no bairro de Manaíra, em João Pessoa. Ele andava sozinho quando um homem em uma moto se aproximou e atirou nele, fugindo logo em seguida.

De acordo com Daniel Alisson, advogado do acusado, a defesa ainda irá conversar com o acusado e a família dele para decidir se vai recorrer da decisão.

O julgamento aconteceu no Fórum Criminal, em João Pessoa, e durou mais de dez horas. A setença saiu por volta das 19h.

Relembre o caso

O ex-prefeito de Bayeux e ex-deputado estadual da Paraíba Expedito Pereira (MDB) foi morto após ser baleado em dezembro de 2020, em João Pessoa. Expedito andava sozinho pelo bairro de Manaíra quando um homem em uma moto se aproximou e atirou nele, fugindo logo em seguida.

Após dois meses do crime, a investigação policial concluiu que o sobrinho de Expedito Pereira planejou a morte do tio por dinheiro. Leon Nascimento teria sido o executor, enquanto Gean Carlos da Silva Nascimento teria ido buscar a moto e entregar a arma que foi usada no crime.

Segundo a polícia, os autores do crime agiram para encobrir outras ações cometidas pelos suspeitos contra a vítima, como gastos excessivos dos bens materiais e posse do patrimônio do ex-gestor.

José Ricardo Alves, sobrinho de Expedito Pereira, foi condenado a 20 anos de prisão em regime inicial fechado. Já Leon Nascimento dos Santos foi condenado a 24 anos de prisão, em regime fechado. Os dois foram condenados pelo crime de homicídio qualificado.

Da Redação
Do g1 PB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48