terça, 29 de novembro de 2022
SIGA-NOS

Deputado bolsonarista diz que estudantes universitários mereciam ser “queimados vivos” após protestos: VEJA O VÍDEO



Publicado em segunda-feira, outubro 24, 2022 · Comentar 

O deputado federal Bibo Nunes (PL) disse, em uma transmissão na internet, que estudantes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) – que protestaram contra o corte de verbas – que mereciam ser “queimados vivos” como no filme “Tropa de Elite”.

“Ser rico não é problema. Mas ser rico e não ter noção, se fazer de coitadinho. É como aquele ‘Tropa de Elite’: pegaram os riquinhos ajudando pobres e queimaram vivos dentro de pneus. É isso que estes alienados merecem”, atacou o parlamentar, que não conseguiu ser reeleito em 2022. O vídeo foi ao ar no último dia 9 de outubro.

Bibo Nunes acrescentou mais críticas ao longo da transmissão. “Esses estudantes da UFSM nunca fizeram e nunca farão. Sempre dependeram da mesada do papai e da mamãe, são alienados. Se o Brasil dependesse desse tipo de jovem seria um caos, o mais fracassado do mundo”, afirmou. “Esses que foram protestar com viva Lula, Lula Lá. Vocês tem que viver no lixo, no esgoto, não produzem nada.”

“Sou o deputado federal Bibo Nunes, vocês são a escória, a vergonha, não produzem nada”, reforçou o deputado. “São parasitas que querem esconder essa incompetência de vocês através de um ‘L’ de Lula ladrão”, acrescentou. “Estamos numa grande campanha para que Bolsonaro vença a reeleição. Ou você quer comer gato e cachorro daqui a alguns anos?”

O ex-reitor da UFSM,  Paulo Burmann, saiu em defesa dos alunos em seu perfil pessoal do Instagram. “Triste em ver esse injusto e covarde ataque à UFSM, atingindo o conjunto de estudantes da Universidade. Ofendeu e desqualificou estudantes e suas famílias que se manifestaram pacificamente contra os cortes que vêm sendo feitos na educação, na saúde e na ciência para alimentar o orçamento secreto que, entre outras coisas, impossibilita que eles continuem seus estudos e que a ciência avance”, comentou. “É agressivo o tempo todo, mas chega ao absurdo de intimidar jovens estudantes, inclusive ameaçando-os com morte e tortura.”

Santa Maria foi palco de uma das maiores tragédias recentes do Rio Grande do Sul. O incêndio da Boate Kiss, em 27 de janeiro 2013, deixou 242 pessoas mortas.

 

Da Redação 
Com Correio do Povo 

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48