domingo, 27 de novembro de 2022
SIGA-NOS

Boletins de urnas liberados na Nova Zelândia, Lula recebe 73% dos votos, contra 15% de Bolsonaro



Publicado em domingo, outubro 2, 2022 · Comentar 

Com horas à frente do fuso horário brasileiro, alguns países já encerraram a votação para presidente da República dos cidadãos brasileiros que vivem no exterior.

Os boletins de urna foram afixados pelas embaixadas e informam como foi o resultado em cada sessão.

Vale ressaltar que o resultado oficial ainda vai ser divulgado pelo TSE apenas quando se encerrarem as votações em todos os lugares.

O voto no exterior só é possível para o cargo de presidente. A votação acontece em embaixadas, consulados e repartições diplomáticas espalhadas por 159 cidades de 97 países.

Na Nova Zelândia, país com 16 horas à frente do Brasil, os boletins de urna apontam para vitória de Lula.

Nas sessões localizadas no país, o petista conquistou 329 (73,44%) votos, contra 71 de Jair Bolsonaro (15,85%). Já Ciro Gomes (PDT) obteve 23 (5,13%), seguido por Felipe D’Ávila (Novo), 14 (3,13%), Simone Tebet (MDB), 8 (1,79%) e Padre Kelmon, 3 (0,67%), Léo Péricles (UP), com 2 e Sofia Manzano (PCB), com um voto. A abstenção foi de 85%.

Ainda conforme os boletins de urna, Lula levou vantagem nas duas principais cidades chinesas, Pequim e Xangai, enquanto o presidente Jair Bolsonaro venceu na capital japonesa, Tóquio.

Na capital da Austrália, Camberra, Lula também obteve vantagem, assim como em Sidney onde ele obteve 575 votos, contra 375 do segundo colocado, Jair Bolsonaro.

Singapura, no Sudeste asiático, também deu vantagem a Lula. A Coreia do Sul também já afixou os boletins de urna e no país Lula obteve 130 votos contra 53 de Bolsonaro, 9 de Ciro, 9 de Simone Tebet, 4 de Felipe D’ávilla e 2 de Léo Peres.

Da Redação
Com PB Agora

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48