sexta, 02 de dezembro de 2022
SIGA-NOS

Marcos Sales escreve: “E quando os acordos não são cumpridos?”



Publicado em terça-feira, setembro 27, 2022 · Comentar 

O que pode-se esperar do político que não cumpre a palavra nem mesmo com os seus iguais? Diz uma coisa agora e faz outra em questão de segundos.

Quem não cumpre a palavra com os seus iguais jamais poderá cumprir com o povo, com o eleitor!

Na disputa por uma das 11 vagas na Câmara de vereadores de Mari, poderia ter saído prometendo tudo a todos. A perspectiva de minha vitória, percebida por todos [ tanto que tive mais voto que um vereador] me garantia a facilidade de atrair votos usando a enganação, na base da promessa futura. Preferi ter um compromisso ético comigo mesmo!

É fato que poderia ter caído na tentação do tudo ou nada e ganhado o mandato, com enrolação e promessas vãs, mas perderia minha paz, minha dignidade e a confiança que muitos tem em minha palavra.

O ambiente político já é considerado o espaço para os picaretas e sem palavra. Nesse aspecto é preciso resignificar  essa visão com comportamentos éticos e transparentes, se esforçando para o cumprimento da palavra empenhada.

Quando os políticos não conseguem honrar a palavra dada entre si, autoriza os eleitores a se prostituírem politicamente, se vendendo como mercadoria em véspera de eleição, facilitando o ambiente para esquemas de corrupção, consequentemente gerando o caos nas esferas de poder.

Pensem nisso senhores políticos, não se vendam senhores eleitores!

Marcos Sales
Artigo para o ExpressoPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48