domingo, 27 de novembro de 2022
SIGA-NOS

Pardal: aplicativo de combate à corrupção eleitoral já tem quatro denúncias na Paraíba



Publicado em quarta-feira, agosto 17, 2022 · Comentar 

Todo o processo é feito de forma sigilosa e confidencial, preservando a identidade do denunciante (Foto: Reprodução)

Pardal: aplicativo de combate à corrupção eleitoral já tem quatro denúncias na Paraíba
O aplicativo Pardal, desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral para os eleitores denunciarem propaganda eleitoral irregular, já está funcionando. A ferramenta, reativada ontem (16), já recebeu até o início desta quarta-feira (17) quatro denúncias na Paraíba: uma em João Pessoa, uma em Campina Grande, uma em Mataraca e outra em Itapororoca. Todas são relacionadas a propaganda eleitoral irregular.

O aplicativo que pode ser baixado gratuitamente em smartphones e tablets nas lojas virtuais Apple Store e Google Play, é fácil de usar: Ao identificar um problema, a pessoa pode tirar uma foto, gravar um vídeo ou áudio e, enviar os arquivos para a Justiça Eleitoral, responsável pela análise da denúncia. Além disso, todo o processo é feito de forma sigilosa e confidencial, preservando a identidade do denunciante.

A Justiça Eleitoral conta com a participação de toda a sociedade que pode atuar como fiscal da Eleição, no combate à corrupção eleitoral. Pra se ter uma ideia, nas últimas eleições municipais realizadas em 2020, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba recebeu 105.543 denúncias.

Além de propaganda eleitoral irregular, também podem ser denunciados casos de compra de voto, uso da máquina pública para fins eleitorais, abuso de poder econômico, e uso indevido dos meios de comunicação.

Pardal Web

O Pardal Web, acessado pela internet, é voltado para acompanhamento, estatísticas e orientações. As denúncias só podem ser encaminhadas via Pardal Móvel (para smartphones e tablets). Acesse o Pardal Web.

O Pardal Web também traz orientações sobre o que pode e não pode no período eleitoral. São informações sobre o uso de alto-falantes e amplificadores de som, camisetas, adesivos, material gráfico, vias públicas, comícios e participação de artistas em campanhas, entre outros tópicos.

Outras irregularidades eleitorais que podem ser denunciadas são compra de voto, abuso de poder econômico, uso da máquina pública para fins eleitorais e uso indevido dos meios de comunicação social.

Fake News

Para comunicar à Justiça Eleitoral o recebimento de notícias falsas, descontextualizadas ou manipuladas sobre o processo eleitoral brasileiro as cidadãs e cidadãos poderão utilizar o Sistema de Alerta de Desinformação Contra as Eleições.

Da redação do ExpressoPB
Com informações do ClickPB

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48