sexta, 12 de agosto de 2022
SIGA-NOS

“Errei”: Leo Dias pede desculpas a Klara Castanho após exposição de caso do estupro



Publicado em domingo, junho 26, 2022 · Comentar 

O jornalista Leo Dias, colunista do portal Metrópoles, publicou uma nota neste domingo (26) em que admite que errou ao expor que a atriz Klara Castanho, da Globo, teria gestado uma criança depois de ser estuprada e a entregado para a adoção. A revelação, que fere a intimidade da atriz e revitimiza uma vítima de estupro, gerou uma onda de manifestações nas redes. Usuários tem cobrado a demissão do colunista.

Na nota intitulada “Preciso me explicar a vocês e pedir perdão para Klara Castanho”, Léo Dias conta que foi abordado por uma funcionária de um hospital privado e que Klara conversou com ele sobre o assunto.

Mesmo após se comprometer em não expor a história, Léo Dias o fez. Ele contou a história para pessoas próximas e falou sobre o assunto indiretamente no programa The Noite, de Danilo Gentili, o que contribuiu para a exposição. Em seguida, após carta aberta da atriz, ele deu detalhes do ocorrido em seu blog.

“Na conversa, Klara me relatou a violência de que foi vítima. E sua decisão de entregar a criança para a adoção. Me pediu que eu não escrevesse sobre o assunto. E eu, prontamente, me comprometi com ela a não expor a história publicamente”, diz o colunista.

“Errei ao publicar qualquer linha a este respeito. Mesmo que a revelação da história não tenha partido de mim, mesmo que Klara tenha escrito uma carta pública narrando a dor que sentiu com toda esta violência e que eu só tenha escrito sobre o assunto após a carta dela ser publicada”, prossegue.

Léo Dias e a atriz Antonia Fontenelle, também envolvida no vazamento, tem recebido uma enxurrada de críticas em razão da exposição de Klara Castanho.

A diretora de redação do site Metrópoles, Lilian Tahan, publicou uma nota na noite de sábado (25) condenando o episódio.  “Estive fora do ar por algumas horas. Ao voltar, uma surpresa muito triste. Expusemos de forma inaceitável os dados de uma mulher vítima de violência brutal. A matéria foi retirada do ar”, escreveu. Leo Dias compartilhou a nota em suas redes.

Relembre o caso

Klara Castanho publicou neste sábado (25), uma comovente carta em suas redes sociais em que conta que foi estuprada e engravidou, mesmo tendo tomado pílula do dia seguinte. Ela diz que este foi “o relato mais difícil da minha vida”, e explicou que não queria tornar o assunto público, mas já que a adoção foi exposta, ela resolveu se pronunciar.

A atriz explica que quando foi violentada sexualmente, ela não reportou o ocorrido à polícia por sentir “vergonha e culpa”. Acreditou que, ao “fingir” que o episódio não aconteceu, ela “talvez esquecesse”.

Ela destaca ainda que descobriu a gravidez ao passar mal e procurar um médico. Porém, o profissional que a atendeu não se solidarizou com sua dor e a violência sofrida, mesmo após revelar que foi estuprada.

Da Redação do ExpressoPB

Com Revista Forum/Foto Reprodução

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48