domingo, 26 de junho de 2022
SIGA-NOS

Bolsonaro diz que Governo “vai entrar” na Petrobras



Publicado em terça-feira, maio 17, 2022 · Comentar 

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, nesta 2ª feira (16.mai), a política de preços da Petrobras e, sem detalhar como, afirmou que o Governo Federal “vai entrar” na estatal.

“Com toda a certeza, vamos entrar na Petrobras, nessas questões também. Não é possível uma petrolífera dar 30% de lucro enquanto as outras dão, no máximo, 15% para atender interesses não sei de quem”, declarou o presidente a um grupo de apoiadores, enquanto deixava o Palácio da Alvorada, em Brasília.

Na semana passada, Bolsonaro pediu ao novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, mudanças em três diretorias da Petrobras. No domingo (15.mai), o presidente chegou a ser questionado sobre as alterações, mas alegou que a troca era responsabilidade de Sachsida.

“Pergunta para o Adolfo Sachsida. Ele é o ministro de Minas e Energia, trata disso, e deixo bem claro: todos os meus ministros, sem exceção, eu dou carta branca para fazer valer aquilo que ele acha melhor para o seu ministério, para melhor atender a população”, respondeu o presidente.

Parlamentares da base aliada do Governo no Congresso têm cobrado, do Planalto, um plano para conter a alta nos combustíveis. A avaliação é que, apesar de ter conseguido no Supremo Tribunal Federal a liminar que derruba a regra usada pelos estados para cobrar o ICMS do diesel, isso não vai impedir que o Governo Federal seja alvo de críticas dos consumidores.

Já os estados, que pretendem recorrer da decisão do STF, dizem que o ICMS não é o vilão na alta dos preços e defendem que a Petrobras adote medidas temporárias. “Você, no momento de guerra, não pode achar que está tudo normal. Então, você criar a cultura de equalização, que os países emergentes envolvidos aplicou isso, não é novidade nenhuma no país, ela é por curto prazo, ela só dura enquanto durar o período de guerra, e parte desses dividendos vai para essa conta de equalização”, argumentou o presidente do Comitê Nacional dos Secretários da Fazenda (Comsefaz), Décio Padilha.

Da Redação 

Com Nordeste 1

Comentários


SIGA-NOS

Todos os direitos reservados - Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio

Copyright © 2017 - ExpressoPB - CNPJ: 10.962.007/0001-48